João Pessoa 19/06/2018 01:19Hs

Início » Notícias » Mengão conta com a força da galera para decolar

Mengão conta com a força da galera para decolar

Clube espera arrecadar R$ 86 milhões no ano que vem em receitas com bilheteria e programa sócio-torcedor

flamengo torcidaRio – O Flamengo tem na torcida seu maior patrimônio. E é por meio da devoção da Nação pelo manto sagrado que o clube prevê atrair R$ 86 milhões em receitas para 2015. O valor é superior aos R$ 76,7 milhões que arrecadará em patrocínios para o futebol — o total com os demais esportes é de R$ 92 milhões. A maior fonte ainda é o contrato com a TV — R$ 124 milhões.

No orçamento para a temporada de 2015 aprovado recentemente, estão previstas receitas de R$ 49.050.120 de bilheteria e R$ 36.979.200 com o sócio-torcedor. O cálculo é feito por baixo, com pés no chão. Este ano, o programa Nação Rubro-Negra teve média de adeptos de 59 mil. Para 2015, a previsão é que o número suba a 60 mil.

Torcida do Flamengo será mais que necessária em 2015

Foto:  Bruno de Lima

 

 

Apesar disso, o ano ainda será de pouco dinheiro em caixa. O vice de futebol do clube, Alexandre Wrobel, alerta para um detalhe do orçamento que, segundo ele, recebeu interpretação equivocada de parte da imprensa.

No documento disponível no site oficial do clube, consta que o investimento em direitos federativos de atletas passará de R$ 10 milhões para R$ 30 milhões. Isso não quer dizer, porém, que o o Rubro-Negro está de bolso cheio.

“Nós não temos R$ 30 milhões para comprar jogadores. O que está no orçamento significa que o Flamengo está autorizado a captar esse valor para investir exclusivamente no futebol, com parcerias, investidores, patrocínios… Há várias formas de se fazer isso. Mas não é fácil”, ressaltou. Wrobel teme que clubes e jogadores inflacionem os preços quando forem negociar com o Flamengo por acreditarem que há tal quantia nos cofres: “A realidade atual é que há pouco dinheiro disponível. Por isso, precisamos saber gastar. Essas notícias influenciam nas negociações.”

Apesar da política de austeridade, não está descartada uma grande contratação. O clube não estabelece um teto salarial. O valor orçado pode ser administrado como a diretoria achar melhor.

Mattheus deixará o clube

Sem ter conseguido se firmar no Rubro-Negro, o meia Mattheus, de 20 anos, está fora dos planos do técnico Vanderlei Luxemburgo e deixará o clube.
O filho do ex-jogador Bebeto, tetracampeão mundial em 1994, depende que seus representantes encontrem um destino, por empréstimo ou em definitivo.

Mattheus tem contrato até 19 de maio de 2016. Ele disputou apenas 20 jogos com a camisa do Flamengo.

 

O Dia