João Pessoa 20/08/2018 11:21Hs

Início » Notícias » Movimento Passe Livre passa a noite na Assembleia Legislativa da Paraíba

Movimento Passe Livre passa a noite na Assembleia Legislativa da Paraíba

Cerca de 40 pessoas, integrantes do Movimento Passe Livre, dormiram na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) nessa quarta-feira (24). De acordo com Renan Palmeira, um dos líderes do movimento, a noite foi sem incidentes. Uma cozinha foi improvisada no plenário da casa. Até a meia-noite, ao som de violão, os manifestantes realizaram um sarau.

No início da manhã desta quinta-feira (25), com faixas, gritos de ordem e ao som de tambores, os líderes da mobilização começaram o segundo dia de protestos. Entre as reivindicações da categoria, estão a defesa para não acontecer o que eles denominam de privatização dos terminais rodoviários de João Pessoa e Campina Grande, a implantação do passe livre em nível estadual e a convocação do governador Ricardo Coutinho pela ALPB para esclarecer oescândalo do Jampa Digital. A ocupação ocorreu na tarde de ontem.

Renan Palmeira afirmou que a noite foi tranquila e que não houve nenhum incidente com a segurança da ALPB. “Nós pedimos para que as luzes da casa fossem desligadas e dormimos normalmente. Contamos com o apoio de alguns sindicatos, a exemplo do sindicato estadual dos professores, que nos mandou cachorros-quentes e refrigerantes para jantarmos, alguns deles nos mandaram violões, e não vamos sair daqui sem que pelo menos haja uma audiência para discutir as nossas reivindicações. Às 8h30 estão marcadas sessões no plenário da Assembleia, porém não vamos sair”, ressaltou.

Às 22h da quarta-feira (24), uma assembleia foi realizada pelos manifestantes para discutir os rumos do movimento. “Nessa assembleia, ficou combinado o que já havíamos decidido antes: passarmos o dia inteiro com as nossas mobilizações e não sairmos daqui, sem que falemos com a cúpula da ALPB e com o governador do estado”, acrescentou Renan Palmeira.

O movimento quer também a convocação dos empresários do setor de transporte público. “Queremos que eles nos mostrem a planilha, pois acreditamos que, mesmo com a passagem reduzida, os lucros dessa classe ainda são exorbitantes e temos certeza de que é preciso reduzir a passagem de ônibus ainda mais”, completou.

Com faixas, gritos de ordem e ao som de tambores, as cerca de 40 pessoas deram início ao segundo dia de protestos. “Vamos aumentar ainda mais a nossa mobilização, pois alguns companheiros estão se deslocando para cá. Queremos discutir pontos que são esquecidos pelo poder público, a exemplo de uma política de mobilidade urbana, redução das passagens, fim da corrupção e outros pontos”, finalizou Renan Palmeira.

Entenda o caso
Alguns participantes do Movimento Passe Livre em João Pessoa ocuparam o plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba na tarde desta quarta-feira (25) para debater a pauta do movimento e exigindo serem atendidos pelo governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, e pelo Prefeito da capital, Luciano Cartaxo.

Tássio Teixeira é um dos participantes da ação e explicou que com a falta de negociação por parte das autoridades o movimento resolveu tomar essa atitude. “Eles clamam por manifestações pacíficas mas se recusam a negociar o que exigimos. Ocupamos a assembleia e a pauta vai permanecer travada até que sejamos atendidos”, afirmou.

A assessoria da Assembleia Legislativa disse que o grupo entrou no plenário aproveitando o andamento de uma audiência que estava acontecendo, sem violência e forma não agressiva. O Estado e a prefeitura de João Pessoa foram procurados mas não atenderam os telefonemas.

 

Fonte: G1 PBAssembléia PB