João Pessoa 24/04/2018 03:16Hs

Início » Notícias » Pernambuco teve 447 homicídios em julho de 2017, diz SDS

Pernambuco teve 447 homicídios em julho de 2017, diz SDS

Assaltos e casos de violência contra a mulher diminuíram

O número de homicídios em Pernambuco aumentou no mês de julho em relação ao mês anterior: foram 447 crimes violentos letais intencionais (CVLI), ou média diária de 14,42 homicídios por dia, contra 12,67 em junho. No entanto, julho foi o segundo mês de 2017 com menos assassinatos, abaixo apenas de junho, quando foram 380 mortes.

Os casos de violência contra a mulher representam a maior redução nas estatísticas. O número de estupros caiu 40,54% em relação a junho – houve 5,1 estupros por dia em junho e 3,03/dia em julho. Também sofreram redução.

Houve ainda a queda de 11,26% nos registros de vítimas de violência doméstica e familiar: 74,52 casos/dia em julho contra 83,97 no mês anterior.

O secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua, reforça que mais suspeitos foram presos em flagrante delito – foram 1.964 em julho contra 1.947 em junho. Na totalização do ano, foram 13 mil presos em flagrante, 1.355 deles, por homicídio.

Dos homicídios, 32% estavam ligados ao tráfico de drogas, 19% foram acerto de contas e 18,5% foram resultantes de conflitos na comunidade ou proximidade. Para Pádua, o investimento na segurança vai impactar na redução da criminalidade. São ações como aumento de rondas, criação de dois batalhões – Biesp e Bope – , renovação da frota e melhorias no parque tecnológico. E ainda investimentos na formação e ascensão profissional de servidores.

Escute o áudio da entrevista com o secretário na Rádio Folha:

Assaltos e roubos a ônibus e bancos entram na categoria de Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP) e sofreram uma redução de 3,97%. “Sobre assaltos a ônibus, a média em junho foi de 3 a 4 ocorrências por dia. Em julho teve um aumento e passou a 4 a 5 por dia. Quanto aos bancos, foram dois assaltos em junho e seis em julho”, afirmou o secretário.

O acumulado de CVPs foi de 10.064 em julho (média diária de 324,65), contra 10.142 no mês anterior (338,07/dia). Como os principais alvos são os celulares, o governo criou um programa para que a população informe as ocorrências. Por fim, houve queda também nos roubos de veículos – 5,65% de queda em julho na média diária de casos (51,5 contra 51,52 no mês anterior) e 14,63% nos furtos de automóveis (17,39 contra 20,37).

FolhaPE