João Pessoa 25/05/2018 03:32Hs

Início » Notícias » Polícia prende suspeito de matar jovem no Triângulo Mineiro após carona

Polícia prende suspeito de matar jovem no Triângulo Mineiro após carona

Autor do crime, de 33 anos, disse aos investigadores que tinha a intenção de roubar o carro de Kelly Cristina Cadamuro

Segundo parentes, Kelly teria ido a Itapagipe, no Triângulo, visitar o namorado, que é engenheiro civil. Foto: Facebook/Reprodução

Está preso o homem apontado pela Polícia Civil como o assassino da jovem paulista Kelly Cristina Cadamuro, de 22 anos, encontrada morta na beira de um rio a 20 quilômetros de Frutal, no Triângulo Mineiro, nesta quinta-feira.

De acordo com a assessoria de imprensa da PC, Kelly tinha saído de São José do Rio Preto, no interior paulista, para Itapagipe, no Triângulo Mineiro, e ofereceu carona em um grupo de Whatsapp.
Jonathan Pereira do Prado, de 33 anos, foi preso no estado de São Paulo e levado para o plantão da Polícia Civil em Frutal. Ele informou aos policiais que teve a ideia de roubar o carro da jovem ao ver o anúncio da carona. Inicialmente, o autor do crime disse que iria com a namorada, mas na hora do encontro para a viagem disse que ela tinha desistido e insistiu para ir sozinho.

Ainda segundo a assessoria da polícia, no meio do caminho, ele pediu que Kelly parasse o carro para que ele pudesse urinar, momento em que anunciou o roubo. O assassino alegou aos policiais que matou a jovem e jogou o corpo em um rio após ela reagir ao crime.

A jovem morava em Guapaiaçu, na região de São José do Rio Preto, e estava desaparecida desde a tarde de quarta-feira, 1º, quando combinou a viagem pelo Whatsapp para Minas Gerais. Segundo a Polícia Militar, ela estava seminua, com a cabeça mergulhada em um córrego. A calça que usava foi achada a três quilômetros do local. A perícia vai indicar se ela sofreu violência sexual.
Kelly foi vista pela última vez em um posto de combustíveis na BR-153, onde fez contato com a família. Câmeras de uma praça de pedágio também identificaram o carro da jovem com ela dirigindo na ida e o mesmo veículo com um homem ao volante na volta.

O veículo foi achado sem as rodas, som e equipamentos, em uma estrada rural entre Rio Preto e Mirassol. O corpo da jovem foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) e reconhecido pelos familiare.

(com Agência Estado).