João Pessoa 24/06/2018 08:57Hs

Início » Notícias » Policial dá laxante para menor colocar produto do roubo ‘para fora’

Policial dá laxante para menor colocar produto do roubo ‘para fora’

Caso ocorreu na delegacia de Copacabana, após adolescente ser capturado por roubar cordão. Outras duas joias saíram nas fezes

menor presoRio – Um menor de idade precisou tomar laxante para colocar “para fora” o produto de um roubo realizado na Rua Santa Clara, em Copacabana, na Zona Sul da cidade. Ele foi preso após arrancar o cordão de uma empregada doméstica no bairro e foi imobilizado pela vítima e agentes da Guarda Municipais.

O adolescente de 13 anos foi conduzido à 12ª DP (Hilário de Gouveia), onde um policial lhe deu o remédio contra prisão de ventre. Entretanto, ao invés de sair a joia da vítima, saíram outros dois cordões junto com as fezes, também produtos de roubo.

“Para minha surpresa, um policial disse que daria um remedinho e que logo o bandido iria expelir o cordão. Ele (o policial) falou que costuma manter o laxante na delegacia para ser usado nesse tipo de caso. Depois de o remédio fazer efeito, o que foi rápido, o policial mostrou as fotos dos dois colares, mas nenhum deles era o meu”, contou a mulher que pediu para não ser identificada.

A 12ª DP informou que foi aberto um procedimento interno para investigar se algum agente realmente deu remédio para o garoto. “A vítima do furto, os guardas municipais que conduziram a ocorrência, o menor, o pai do menor e representantes do Conselho Tutelar que estavam na delegacia serão chamados para prestar depoimento”, dizia nota divulgada pela assessoria de imprensa da Polícia Civil.

O roubo do cordão da empregada doméstica aconteceu há uma semana. Segundo a vítima, ela foi atacada por dois adolescentes quando saía de uma loja com uma amiga. Dois outros jovens, também aparentemente menores de idade, davam cobertura à ação. Apenas o garoto de 13 anos foi capturado.

‘Todo dia há ataques’

A Polícia Militar informou que Copacabana recebeu reforço de 100 PMs, além de mais patrulhamento para a Operação Verão e apoio do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas, com a proximidade do Réveillon. A presidente da Associação de Moradores e Amigos do bairro (AmaCopa), Myriam de Pinho Barbosa, alerta para o aumento da população de rua e usuários de crack na região.

“Algo precisa ser feito, pela polícia ou pela prefeitura. Temos muitos idosos circulando no bairro e todos os dias há ataques deste tipo (assaltos a pedestres)”, afirmou Myriam.

 

O Dia