João Pessoa 17/08/2018 07:09Hs

Início » Notícias » Prefeita de Joca Claudino envia nota, chama reportagem do Fantástico de tendenciosa e afirma que obras não estão abandonadas

Prefeita de Joca Claudino envia nota, chama reportagem do Fantástico de tendenciosa e afirma que obras não estão abandonadas

A Prefeita relata que em nenhum momento teve contato algum com o Senhor Francisco Justino, como diz na matéria.

lucreciaApós reportagem exibida pelo programa Fantástico da Rede Globo na edição deste domingo, dia 14 de fevereiro, no quadro Cadê o dinheiro que estava aqui, a Prefeita do município de Joca Claudino, Lucrécia Adriana (PTB) nos enviou uma nota onde relata “que a matéria em que fala do município de Joca Claudino é tendenciosa, pois não exibem a verdade dos fatos e que algumas pessoas por se próprio se ofereceram para entrevista e que são pessoas que tem interesse politico assim como Sr. Juvino José de Oliveira que inclusive foi candidato a Vice Prefeito pela oposição”.

A Prefeita ainda relata “que em nenhum momento teve contato algum com o Sr. Francisco Justino ou com qualquer outra pessoa ligada a qualquer que seja a empresa. Disse ainda que logo que tomou conhecimento do envolvimento da empresa em processos suspeitos de fraudes determinou a paralização da obra e autorizou a abertura um procedimento administrativo cancelando o procedimento licitatório, e, autorizou a abertura de um novo certame para se habilitar novas empresas para a conclusão da obra”.

Na nota a gestora de Joca Claudino diz “que as obras não estão abandonadas como foi dito na reportagem, e que ate o final deste mês assinará a nova ordem de serviço autorizando o recomeço da obra do ginásio”.

Ainda na nota, a prefeita Lucrécia Adriana ressalta que “a empresa realizou 58% da construção e apenas recebeu o valor correspondente a 50%, havendo 25% aplicada em conta bancária da prefeitura e aguardando a liberação dos outros 25% da parte do FNDE, assim, constata-se que não houve desvio de recursos e não há prejuízo ao erário publico”.

A prefeita também falou sobre a barragem do Distrito de Santa Rita, onde afirma que a obra estar parada aguardando a liberação da segunda parcela por parte do Ministério da Integração Nacional, pois ate o momento só liberou uma parcela correspondente a 33% do valor total e a obra já esta com mais de 70% de execução, bem próximo a conclusão, e que a empresa que ganhou o processo licitatório nunca participou de quaisquer indícios de fraudes ou irregularidades e não faz parte da operação Andaime.

DIÁRIO DO SERTÃO com ASCOM