João Pessoa 21/06/2018 12:13Hs

Início » Notícias » Queniano vence maratona marcada por chuva fina no Rio

Queniano vence maratona marcada por chuva fina no Rio

maratona-rj-foto-thiagolanima2015072600641Prata em Atenas-2004 e bronze em Pequim-2008 nos 5000 m, o queniano Eliud Kipchoge fechou a trinca de medalhas olímpicas neste domingo ao conquistar o ouro na maratona dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O maratonista completou o percurso realizado na maior parte sob chuva fina em 2h08min44. Paulo Roberto de Paula foi o melhor brasileiro com a 15ª colocação.

Assim, ele cruzou a linha de chegada com mais de um minuto de vantagem para o segundo colocado e medalha de prata Feyisa Lilesa (2h09min54). O bronze ficou com Rupp com 2h10min05.

Com vitórias nas mais importantes provas mundiais, Kipchoge chegou ao Rio de Janeiro como maior favorito por, entre outros fatos, ter feito a melhor marca da temporada (2h03min05) em abril, quando ficou a apenas 8 segundos do recorde mundial, do seu compatriota Dennis Kimetto.

O queniano ainda chama a atenção por sua vida fora das pistas. Mesmo milionário, Kipchoge ainda leva uma de iniciante: limpa banheiros, mora fora de casa e fica longe da família. Tudo para se manter motivado.

Brasileiros

Paulo Roberto de Paula terminou como melhor brasileiro da prova na 15ª colocação. Ele completou a prova em 2h13min56. Marilson dos Santos ficou em 59º e Solonei da Silva em 78º.

Largada sob chuva fina no Sambódromo

Lucy Nicholson/Reuters
Chão molhado não é bom oara os atletasimagem: Lucy Nicholson/Reuters

Definitivamente, o tempo não colaborou para a disputa da maratona no Rio de Janeiro. Uma chuva fina e persistente marcou a largada da prova no Sambódromo. A temperatura de 22° C era agradável para a disputa da prova, mas as condições climáticas não eram as ideais para os 155 inscritos.

A chuva é ruim para os atletas porque encharca o tênis e deixa ele mais pesado, aumentando o desgaste. Por outro lado, a temperatura mais amena faz um contrabalanço no esforço.

Público enfrenta chuva

O público que deixou a cama logo cedo para acompanhar a prova não encontrou um cenário muito animador, mas mesmo assim vestiu a capa de chuva e foi para as ruas prestigiar o fechamento do atletismo nos Jogos do Rio de Janeiro. Principalmente nos primeiros trechos do percurso, a presença ficou aquém da expectativa. Mesmo assim, muitas pessoas foram às ruas para saudarem os competidores.

Lucy Nicholson/Reuters
Público teve que tirar capa de chuva do armárioimagem: Lucy Nicholson/Reuters