João Pessoa 23/05/2018 05:31Hs

Início » Notícias » RC é entrevistado na Record News e fala da gestão na PB, economia, obras e legislação

RC é entrevistado na Record News e fala da gestão na PB, economia, obras e legislação

Governador da Paraíba destacou, dentre outros temas, que o governo federal deveria executar mais investimentos no semiárido da Região Nordeste, fato que contribuiria para o crescimento da economia

ricardo newsO governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), foi entrevistado no programa Jornal da Record News, na noite desta sexta-feira (3), direto de São Paulo (SP). Na conversa, o chefe do Poder Executivo estadual falou sobre aspectos do governo do Estado, economia e sobre um dos principais temas da semana, a redução da maioridade penal.

Economia

Questionado sobre a atual conjuntura econômica pela qual passa o Brasil, Ricardo disse que “estamos decaindo e o momento é muito delicado”. Segundo ele, outros países estão conseguindo retomar o desenvolvimento. O governador citou localidades da Ásia, demais membros dos ‘Brics’ (formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), além dos Estados Unidos. Todos esses se reerguendo, conforme Coutinho, que destacou que é bastante trabalhoso lidar com a situação de crise.

“A economia precisa sobreviver. Se não sobreviver, você pode ter graves consequências no setor produtivo”, afirmou o governador, que também tratou sobre o ajuste fiscal promovido pela gestão Dilma Rousseff, que causa impactos em ações e obras que têm parceria com o governo federal.

Seca e desenvolvimento do Nordeste

Ricardo lembrou que os governadores do Nordeste se reuniram com a presidente e ficou combinado não haver cortes na infraestrutura hídrica, uma das grandes necessidades da Região. “É fundamental que a gente conclua os grandes investimentos”, destacou, argumentando ao jornalista Heródoto Barbeiro que a conclusão das obras de transposição das águas do Rio São Francisco deveria ser antecipada, visto que a Paraíba tem 193 municípios em estado de emergência e 38 em colapso.

Ricardo indicou que o governo federal precisa investir na região semiárida, dizendo que a área pode não ser um problema, mas uma solução para o crescimento do Brasil. “Estadista tem que perceber onde o país pode avançar”, afirmou, acreditando que o desenvolvimento do país passa pela industrialização do Nordeste. Nesse ponto, o governador criticou a falta de autonomia dos Estados, citando que entidades tentam investir nos mesmos, mas sempre é necessário aguardar uma autorização do governo federal.

Maioridade penal

Com relação ao uma das principais discussões no âmbito legislativo atual, Ricardo se mostrou contrário à redução.

“Sou contrário à redução da maioridade penal, mas sou favorável à discussão do Estatuto da Criança e do Adolescente”, disse, evidenciando que os menores que forem reincidentes nos delitos têm de ser olhados de maneira diferente.

“Fiquei triste ao ver a Câmara dos Deputados rasgando o regimento. Você fica sem saber quais são as regras que regem aquela Casa”, lamentou. Ele ainda incluiu a discussão em divergências partidárias e concluiu declarando que “é preciso colocar os interesses do país acima de tudo”.

Portal Correio