João Pessoa 24/05/2018 02:29Hs

Início » Notícias » STF define nesta quinta-feira penas de núcleo publicitário

STF define nesta quinta-feira penas de núcleo publicitário

Após condenar Valério a mais de 40 anos de prisão, Corte passa a analisar punição de cinco réus ligados a ele, caso de Ramon Hollerbach e Cristiano Paz

Depois de definir uma pena superior a 40 anos de prisão para Marcos Valério – um dos protagonistas do mensalão – o Supremo Tribunal Federal (STF) começa a analisar nesta quinta-feira a punição dos outros integrantes do núcleo publicitário do esquema.


Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, sócios de Valério na época do escândalo, são os próximos da fila. Depois, a Corte vai analisar a situação de Simone Vasconcelos, ex-diretora da agência SMP&B, e do advogado Rogério Tolentino, que também foi sócio de Marcos Valério.

A situação de Ramon e Cristiano é a mais grave: o primeiro sofreu exatamente as mesmas condenações de Valério. O segundo só escapou de uma: a de evasão de divisas.

Depois da sessão desta quinta-feira, o julgamento só será retomado em 5 de novembro. Na semana que vem, os trabalhos serão interrompidos porque o relator do processo, Joaquim Barbosa, estará na Alemanha para se submeter a um tratamento médico. Com a lentidão na dosimetria das penas, o cronograma de julgamento sofreu novo atraso e ultrapassará os três meses de duração. A primeira reunião dedicada ao processo ocorreu em 2 de agosto. De lá para cá, foram 41 sessões.

Para concluir o julgamento, o tribunal precisa definir a pena dos 25 réus condenados. Valério, até agora, é o único com a punição definida.

veja online