João Pessoa 16/08/2018 04:20Hs

Início » Notícias » ‘The New Yorker’ compara Brasília a santuário de canalhas

‘The New Yorker’ compara Brasília a santuário de canalhas

Revista critica mudança de governo brasileiro de Dilma para Temer

palacio do planaltoMatéria publicada no site do The New Yorker nesta quinta-feira (2) faz duras críticas às mudanças recentes ocorridas no governo brasileiro, com a substituição de Dilma Rousseff por Michel Temer na presidência.

A reportagem critica o fato de Temer ter escolhido um ministério composto apenas por homens brancos, enquanto metade da população é de mulheres, e uma porcentagem similar tem ancestrais indígenas ou africanos.

O texto do New Yorker aponta como erros acabar com os ministérios das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, enquanto escolheu Alexandre de Moraes como ministro da Justiça, acusado de “enviar esquadrões da morte” para lutar contra o crime em São Paulo.

Matéria publicada no site do The New Yorker nesta quinta-feira (2) faz duras críticas às mudanças recentes ocorridas no governo brasileiro, com a substituição de Dilma Rousseff por Michel Temer na presidência.

A reportagem critica o fato de Temer ter escolhido um ministério composto apenas por homens brancos, enquanto metade da população é de mulheres, e uma porcentagem similar tem ancestrais indígenas ou africanos.

O texto do New Yorker aponta como erros acabar com os ministérios das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, enquanto escolheu Alexandre de Moraes como ministro da Justiça, acusado de “enviar esquadrões da morte” para lutar contra o crime em São Paulo.

Jornal diz que políticos brasileiros não podem mais viver como se estivessem em um santuário para canalhas
Jornal diz que políticos brasileiros não podem mais viver como se estivessem em um santuário para canalhas
O New Yorker continua sua crítica com uma lista já bastante conhecida pelos brasileiros, como a nomeação de Blairo Maggi (“O Rei da Soja”) para o Ministério da Agricultura, o fim e retorno do Ministério da Cultura e o fato de Romero Jucá ter sido pego em escutas telefônicas tentando abafar a Operação Lava Jato.

Por fim, o texto do New Yorker fala que para os brasileiros recuperarem plenamente a saúde de sua democracia, os políticos brasileiros não podem mais viver como se estivessem em um “santuário para canalhas”.

Jornal do Brasil