João Pessoa 24/06/2018 12:45Hs

Início » Notícias » Tufão Hagupit atinge Filipinas com ventos de até 210 km/h

Tufão Hagupit atinge Filipinas com ventos de até 210 km/h

tufão hagupit 2O tufão Hagupit atingiu na noite deste sábado (6) o leste das Filipinas com ventos de até 210 km/h e chuvas fortes que arrancaram árvores, telhados e linhas elétricas. Desde sexta-feira (5), a Cruz Vermelha calcula que um milhão de filipinos foi retirado preventivamente de suas casas.

O tufão provocou o corte no abastecimento de energia elétrica na maior parte de duas províncias, Samar Oriental e Leyte, no centro do arquipélago, onde vivem cerca de 220 mil pessoas. Nenhuma vitima foi registrada até o momento.

Hagupit, que teve inicialmente sua potência classificada na quinta e última categoria, perdeu força e atingiu as Filipinas na terceira categoria. Os riscos continuam grandes, alertam as autoridades. Além dos ventos violentos, o serviço de meteorologia prevê uma maré alta anormal, com um aumento do nível do mar de 4,5 metros.

Tufão Haiyan

Esse novo tufão atinge as Filipinas um ano após a passagem devastadora de Haiyan, que deixou mais de 7.000 mortos e quatro milhões de desabrigados no país. Atualmente, 25.000 pessoas ainda moram em tendas ou em abrigos improvisados nas duas províncias atingidas neste sábado pelo Hagupit.

A agência da ONU para a Redução de Riscos de Catástrofes avalia em 200 mil o número de moradores retirados de suas casas, apenas na província central de Cebu. Hagupit gerou “uma das maiores operações de evacuação organizadas em tempo de paz”, afirmou Denis McClean, porta-voz da agência. “A lembrança ainda forte da passagem de Haiyan fez a população e as autoridades tomarem consciência de que era necessário agir rápido, cooperar e desocupar moradias”, declarou o secretário-geral da Cruz Vermelha filipina, Gwendolyn Pang.

Portos também foram fechados preventivamente em todo o país, deixando 2.000 passageiros retidos na capital. As companhias aéreas Philippine Airlines e Cebu Pacific cancelaram centenas de voos para o centro e o sul do arquipélago.O tufão segue agora para o nordeste, em direção ao Mar da China meridional. A capital Manila não está na sua rota.

 

Noticiário Internacional