João Pessoa 20/06/2018 05:21Hs

Início » Paraíba » Assentados da PB são capacitados para reúso de água

Assentados da PB são capacitados para reúso de água

reúso dáguaDisseminar o uso de tecnologias alternativas para o manejo sustentável dos recursos hídricos, incluindo o reúso da água utilizada nas residências para fins não-potáveis. Este é o objetivo das capacitações que estão sendo realizadas nos assentamentos paraibanos por técnicos da Cooperativa de Trabalho Múltiplo de Apoio às Organizações de Autopromoção (Coonap). A entidade, uma das seis contratadas pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para executar serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) na Paraíba, atende 31 assentamentos, onde vivem 1.207 famílias.

A mais recente capacitação aconteceu na última terça-feira (30), no Assentamento União, no município de Areia, na região do Brejo paraibano, a aproximadamente 122 quilômetros de João Pessoa. Cerca de 20 assentados receberam noções de como aproveitar de forma segura as “águas cinzas”, ou seja, as resultantes de processos domésticos como lavagem de louças e de roupas e banho.

“Nosso objetivo é apresentar novas tecnologias alternativas para o manejo sustentável dos recursos hídricos, especificamente sensibilizar acerca da necessidade do reúso da água utilizada nas residências como uma alternativa para produção de alimentos saudáveis ao redor das casas, reutilizando água que antes era desperdiçada”, afirmou o diretor técnico da Coonap, o engenheiro agrícola José Diniz das Neves.

Diniz explicou que o reúso de águas cinzas traz benefícios ambientais e financeiros, pois substitui o uso de água potável em casos em que a potabilidade não é necessária.

Segundo ele, as capacitações estão sendo realizadas nos assentamentos com o intuito de preparar os agricultores assentados para a implantação, através da Coonap, de Unidades Demonstrativas (UDs) de Reúso de Água em assentamentos da reforma agrária atendidos pela entidade.

A agricultora Joelma Fernandes, assentada no Assentamento União, participou da capacitação e ressaltou a importância da formação. “Eu gostei da capacitação e me interesso muito pelo reúso da água, pois na minha casa existe um grande desperdício de água. Eu já passei por momentos difíceis por falta de água e hoje eu vejo que desperdiçar não é a melhor coisa. Eu quero reaproveitar a água usada no plantio de verduras ao redor de casa”, disse Joelma.

Assessoria