João Pessoa 16/08/2018 10:03Hs

Início » Destaque » Com o fracasso da gestão Panta, servidores enterra saúde por quebra de acordo de salário atrasado de Santa Rita

Com o fracasso da gestão Panta, servidores enterra saúde por quebra de acordo de salário atrasado de Santa Rita

Os servidores das secretarias de Saúde, Bem Estar Social e Sede da prefeitura de Santa Rita-PB, decidiram voltar as ruas de Santa Rita nesta quarta-feira (22) e cobrar do prefeito Tucano Panta (PSDB) o acordo firmado entre ele o prefeito e os servidores que em 15 Novembro quitava a última parcela dos salários atrasados da gestão anterior e que não se concretizou e que os servidores voltaram as ruas e protestaram enfrente a prefeitura cobrando uma atitude do prefeito que sumiu da cidade e que as receitas provam que na prefeitura existe recurso e não foi pago por fala de boa vontade de prefeito Panta.

“Com o coro “Servidor na rua prefeito a culpa é sua”, apitaço, nariz de palhaço, carro de som e trânsito paralisado enfrente a prefeitura de Santa Rita, os servidores fizeram um relato das receitas que foram transferidas para o cofre da prefeitura e ficou constatado que o atual prefeito não enxugou a máquina e insistiu em contratar servidores comissionados que encheu a gestão de pessoas e não atendeu os alertas do TCE-PB, e o descumpriu acordo com servidores da saúde além de outras secretarias que ao completar 12 meses de gestão não concedeu reajuste de piso salarial federal, reajuste de magistério e o pessoal de apoio, cortou a insalubridade dos servidores da saúde, sancionou Decreto 32 que congelou todos os tipos de benefícios de todas as categorias e revogou seu próprio Decreto e sancionou outro congelando a folha de pagamento retroagindo ao mês de Outubro até Dezembro para que o objeto perca o prazo perante a justiça e por fim reduziu salários de professores e até de aposentados e quem está concluindo a contribuição previdenciária do tempo de serviço para se aposentar reduzindo o salário em até 50% que ninguém aceita afora a perseguição e o assédio aos servidores que muitos estão com problemas de saúde sem receber seus slários devidamente e pela opressão”, disse a sindicalista revoltada cobrando uma solução do prefeito que não fez nenhum investimento em Santa Rita.

“Estamos nas ruas cobrando nossos direitos que a nós foram negados e a partir de hoje exigiremos o que é de direto, chega de mentira e enganação somos a maioria qualificados por universidade e a área de saúde está fracassada nada foi feito a não ser reabrir unidade de saúde deixada reformada pela gestão passada e uma folha de pagamento inchada e sem as minímas condições de trabalho nas unidades de saúde, hoje os profissionais estão nas ruas e amanhã serão os agentes de saúde que sofrem e passam por privacidade que nem uniforme possui para prestar o serviço”, disse a servidora Paula da Saúde.

Lamartine do Vale