João Pessoa 27/04/2018 02:49Hs

Início » Paraíba » Eleições 2018: Ricardo Coutinho rebate Cássio e diz que grupo opositor é que faz campanha antecipada na Paraíba

Eleições 2018: Ricardo Coutinho rebate Cássio e diz que grupo opositor é que faz campanha antecipada na Paraíba

Em resposta ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB), o governador Ricardo Coutinho disse que máquina pública do estado não está sendo usada para fabricar a candidatura de João Azevedo, para as eleições de 2018. As acusações foram feitas pelo tucano.

RC argumentou que a pessoa mais indicada para anunciar o fim do racionamento em Campina Grande era  secretário de Recursos Hídricos,  e ironizou dizendo que não mandaria Cássio, por acreditar que ele não teria qualificação para tal.

– Quem eu mandaria para anunciar o fim do racionamento? Com certeza não mandaria ele (Cássio Cunha Lima) que não tem qualificação para isso. Aliás, o nosso senador tem qualificação pra poucas coisas e tem demostrado isso no exercício do mandato. O problema deles não é povo tendo água, é a eleição. Eles não estão nem aí, porque acham que o povo é gado, que tem como propriedade, acham que são donos de Campina Grande – disse.

Em contra ataque, RCo também afirmou  que Romero Rodrigues, juntamente com Cássio, na época em que foi prefeito, são os maiores devedores da Cagepa, e agora o atual estaria querendo vender a concessão da água e esgoto da cidade.

Com relação a ameaça do PSDB de ir à justiça com relação à suposta campanha antecipada ressaltada pelo senador tucano, Ricardo disse que quem promove isto é o grupo da oposição com os prefeitos de Campina e João Pessoa.

– Eles quem fazem campanha antecipada, agora o problema deles é que não tem o que dizer. Me diga o que os prefeitos de João Pessoa e Campina Grande vão fazer no Cariri? Nós sequer temos um candidato oficializado, mas eles já têm e assumem isso. As nossas ações são de gestão executiva, a deles não. O que as viagens deles tem a ver com gestão? As viagens que qualquer um dos secretários do meu governo fazem, estão dentro das áreas que eles representam. Acho até engraçado ameaçar de processo, estou doido que eles entrem porque não tem o que mostrar, agora quando nós entrarmos todos perceberão campanha nítida e pura – defendeu.

PB Agora