João Pessoa 23/07/2018 13:59Hs

Início » Paraíba » MPC vê possíveis irregularidades na compra de combustíveis nas prefeituras de São Bento e Cruz do Espírito Santo

MPC vê possíveis irregularidades na compra de combustíveis nas prefeituras de São Bento e Cruz do Espírito Santo

O Ministério Público de Contas da Paraíba (MPC) pediu ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) que investigue as prefeituras de São Bento, durante a gestão de Gemilton (PSB), e Cruz do Espírito Santo, governada por Pedrito (PSD), após identificar possíveis irregularidades no fornecimento de combustíveis para automotores nos municípios.

Em Cruz do Espírito Santo, o MPC constatou que entre 2013 e 2016 “houve um aumento considerável no gasto com fornecimento de combustíveis, inexistindo, a princípio, um motivo específico que justifique concreta e suficientemente tal crescimento desproporcional, especialmente quando se tem em conta a distância entre o Município de Cruz do Espírito Santo e a Capital do Estado”.

Foram gastos no município em 2013: R$ 864,21 mil (18a colocação no ranking da Paraíba); 2014: R$ 1,33 milhões (10a colocação no ranking da Paraíba); 2015: R$ 1.41 milhões (12a colocação no ranking da Paraíba); 2016: R$ 2.54 milhões (4a colocação no ranking da Paraíba).

Já em São Bento, o MPC argumentou que o exercício de 2016 (ano eleitoral), dos 223 municípios da Paraíba, o município foi o 2o que mais despendeu recursos públicos com a compra de combustíveis, “peculiaridade esta que merece ser investigada pela Auditoria do Tribunal”.

Os dados mostram que a prefeitura gastou em 2013: R$ 1.67 milhão (3a colocação no ranking da Paraíba); 2014: R$ 2.02 milhões (3a colocação no ranking da Paraíba); 2015: R$ 2.59 milhões (3a colocação no ranking da Paraíba); 2016: R$ 2.70 milhões (2a colocação no ranking da Paraíba).

Foto: prefeito de São Bento, Gemilton (PSB), e de Cruz do espírito Santo, Pedrito (PSD)

Wscom