João Pessoa 19/06/2018 01:15Hs

Início » Paraíba » MST dá continuidade a protestos na PB e fecha trânsito em BRs do estado

MST dá continuidade a protestos na PB e fecha trânsito em BRs do estado

Manifestantes chegaram ao local por volta das 7h30 e às 8h o trânsito na rodovia federal já estava congestionado

mst um 1Um grupo de pessoas ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) bloqueou um trecho da BR 230 na manhã desta quarta-feira (11). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a manifestação acontece na altura do quilômetro 65. Os manifestantes chegaram ao local por volta das 7h30 e às 8h o trânsito na rodovia federal já estava congestionado.Ainda conforme a PRF, o grupo queimou vários pneus. “A via está completamente fechada”, informou a assessoria do órgão. Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal foi enviada até o local para conter os ânimos do protesto. A previsão é de que a manifestação dure o dia inteiro, segundo a PRF.  A Polícia Rodoviária Federal orienta que os motoristas que evitem passar pela rodovia. No caso das pessoas que já estão lá, a PRF pede paciência por parte dos condutores.

Interior

Um trecho da BR 412, próximo a entrada do município de Prata (Cariri do estado, a 312 km de João Pessoa) também foi interditado na manhã desta quarta-feira (11). Os manifestantes atearam fogo em pneus e plantas. Policiais rodoviários e militares estão no local para conter os ânimos do protesto. Também acontecem manifestações nos quilômetros 330, 379 e 460 da BR 230, nas cidades de Patos, Condado e Sousa, respectivamente.

Manifestantes bloqueiam BR 412, no Cariri

Foto: Manifestantes bloqueiam BR 412, no Cariri
Créditos: Lázaro Araújo/Cariri Ligado

Este é o segundo dia consecutivo que o MST interdita o trânsito na Paraíba. Nessa terça-feira (10), manifestantes permaneceram durante seis horas na Avenida Epitácio Pessoa, um dos principais corredores de João Pessoa. Agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil também foram ocupadas. O protesto aconteceu simultaneamente em outros 13 estados do país e na agência da Caixa Econômica do Ministério das Cidades, em Brasília.