João Pessoa 18/07/2018 22:23Hs

Início » Paraíba » Ricardo inspeciona obras do Hospital Metropolitano de Santa Rita e do Viaduto do Geisel

Ricardo inspeciona obras do Hospital Metropolitano de Santa Rita e do Viaduto do Geisel

rc inspecionaO governador Ricardo Coutinho inspeciona, nesta segunda-feira (16), a partir das 9h30, as obras do Hospital Metropolitano de Santa Rita. A obra é um investimento de R$ 60 milhões que vai beneficiar mais de 2 milhões de paraibanos de aproximadamente 60 municípios. Em seguida, serão inspecionadas as obras do Viaduto do Geisel, mais uma grande obra de mobilidade urbana realizada em João Pessoa, onde estão sendo investidos R$ 38,9 milhões.

Os recursos das duas obras são oriundos de parceria entre o Governo do Estado e governo federal.

O hospital de Santa Rita irá disponibilizar para a população 209 leitos, sendo 30 de UTI, além de atendimento ambulatorial, imediato de emergência, urgência e trauma, e de pacientes em internação, com apoio ao diagnóstico e terapia. Para o setor de atendimento ambulatorial, o projeto prevê a construção de salas de espera de pacientes e acompanhantes, curativos, inalação, aplicação de medicamentos e de serviços. Também contará com consultórios de enfermagem, ginecologia/obstetrícia, pediatria e nutricionista. Está prevista ainda uma área exclusiva para serviço de nutrição e dietética, assim como uma farmácia popular.

O setor de emergência contará com salas de triagem, exames, suturas, raio-x, revelação, duas de observação materna e uma de observação pediátrica. Também terá posto de enfermagem e serviços, quarto de isolamento e quarto para plantonistas. O setor de apoio ao diagnóstico e terapia terá laboratórios de hematologia, parasitologia, urinálise e salas de lavagem, preparo e esterilização de material. O centro cirúrgico será equipado com cinco salas de cirurgias, posto de enfermagem, sala de recuperação pós-anestésica com duas macas, e espaços para funcionários e armazenamento de equipamentos e materiais.

O hospital vai oferecer o serviço de diálise, com acesso independente, com salas para tratamento hemodialítico não contaminado com oito poltronas, sala com duas poltronas para tratamento hemodialítico contaminado por hepatite B; uma sala para contaminados com hepatite C, também com duas poltronas. Contará ainda com uma sala de reprocessamento de dialisadores não contaminados e uma para processamento de dialisadores contaminados por hepatite B.

A agência transfuncional do hospital será equipada com área para estocagem de hemocomponentes, com refrigerador para hemácias e freezer para plasma, além de uma sala com área para controle e distribuição dos hemocomponentes.