João Pessoa 17/07/2018 19:17Hs

Início » Paraíba » Tempo seco coloca Bombeiros em alerta pelo aumento de focos de incêndios no Sertão

Tempo seco coloca Bombeiros em alerta pelo aumento de focos de incêndios no Sertão

tempo secoO tempo seco, que facilita a propagação de queimadas, tem deixado o Corpo de Bombeiros da Paraíba em alerta. A aproximação do período mais quente do ano caracterizado pelas temperaturas elevadas e reduzida umidade nos combustíveis vegetais tem contribuído para uma elevação no número de ocorrência de incêndios no Sertão do Estado.

Um incêndio em um lixão da cidade de Patos, no Sertão paraibano, vem em andamento há vários dias. A fumaça criada pelo incêndio tem atingido vários bairros da cidade e deixado moradores preocupados. Segundo informações da prefeitura, estão sendo feitas valas no sentido de conter as chamas e impedir que ela se espalhe.

A cidade de Patos amanheceu esta terça-feira, ainda coberta com uma fumaça branca, no lixão da cidade. Inicialmente alguns moradores pensavam que se tratava de um incêndio criminoso, mas o Corpo de Bombeiros não afasta a possibilidade do foco ter sido originado em decorrência da alta temperatura.

Somente este ano o Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) já foi chamado mais de 170 vezes para apagar focos de incêndios no Estado, principalmente no Sertão.

Além das cidades sertanejas, o tempo seco tem favorecido o surgimento de incêndios em outras cidades. No mês passado dois incêndios foram registrados em Campina Grande. O primeiro aconteceu em uma fábrica de colchão que fica próxima a Alça Sudoeste, no bairro da Catingueira.. Já o segundo aconteceu em um galpão desativado de uma fábrica de papel. Segundo os bombeiros, o acúmulo de material inflamável e a própria vegetação dificultaram o trabalho para conter as chamas.

No ano passado – Historicamente os focos de incêndio na Paraíba crescem entre os meses de setembro e dezembro. No ano passado nesse período, um Centro de Reciclagem pertencente à Dura Mais que fica localizado as margens da BR 230, saída de Sousa para Cajazeiras foi consumido por um incêndio. O material reciclado que estava entulhado em um Terreno baldio, começou a pegar fogo.

Um incêndio de grandes proporções também aconteceu no Centro da cidade de Sousa, consumindo a Palhoça Bistrô e o Balibar, pertencentes a Empresa Ísis.

Segundo informações o incêndio teve início após uma fagulha ser possivelmente trazida pelo vento de um incêndio que aconteceu em um terreno baldio próximo as duas casas comerciais de Sousa.

Um incêndio também foi no município de Cajazeiras, Sertão da Paraíba, deixou mais um estabelecimento comercial destruído.

O número de focos de incêndio em setembro deste ano ultrapassou em 189,2 % o registrado no ano passado segundo informações estão disponíveis no site do Monitoramento de Queimadas e Incêndios, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

De janeiro até setembro do ano passado, foram contabilizados 199 casos de queimadas em todo o Estado. Já no mesmo período de 2013 foram notificados 91 focos, o que representa um acréscimo de 118,6 %.

PBAgora