João Pessoa 22/06/2018 17:15Hs

Início » Policial » ‘Cansei de ser vítima de ladrões’, diz mulher que matou assaltante

‘Cansei de ser vítima de ladrões’, diz mulher que matou assaltante

revolver-balaEm Teresópolis, na Região Serrana do Rio, a dona de casa Ilza Maria de Carvalho, de 46 anos, não dormia sem uma faca sob o travesseiro. Ontem de madrugada, em mais uma invasão, a precaução salvou-lhe a vida. Ilza esfaqueou e matou um bandido que tentou assaltar sua casa e avançou sobre ela.

A mulher mora sozinha e escutou latidos de cachorros e barulhos perto de sua casa, por volta das 3h30. Alessandro Alves Pereira, 33 anos, invadiu a residência, localizada no bairro Agriões. Armada com a faca que guardava sob o travesseiro, Ilza se escondeu, mas foi avistada pelo invasor, que a atacou, derrubando-a. A dona de casa sofreu um corte na mão, mas acertou 14 facadas em Alessandro, que morreu no local. A própria Ilza acionou a polícia e os bombeiros e aguardou em casa a chegada das equipes.

LEGÍTIMA DEFESA

“Cansei de ser vítima de ladrões. Já perdi a conta dos casos de roubo na região. Tinha de me proteger”, contou a moradora, bastante abalada. “Dormir com a faca na cama foi a única solução que encontrei para passar a noite menos nervosa”, completou.

O caso foi encaminhado para a 110ª DP (Teresópolis). O delegado liberou a mulher, pois considerou que Ilza agiu sob forte emoção e em legítima defesa. Contribuiu o fato de que a versão apresentada pela dona de casa é compatível com a apuração preliminar feita pela polícia. Alessandro já tinha passagem por posse ilegal de arma, lesão corporal, estupro e roubo. O corpo foi encaminhado para o IML de Teresópolis.

O Dia Online