João Pessoa 22/09/2017 02:44Hs

Início » Policial » Homem é morto a tiros após deixar filho em escola em JP; polícia diz que crime foi passional

Homem é morto a tiros após deixar filho em escola em JP; polícia diz que crime foi passional

Segundo o delegado Hugo Helder, Anderson Nascimento Pereira, de 32 anos, vivia uma espécie de triângulo amoroso

Um homem de 32 anos foi assassinado a tiros na manhã desta terça-feira (12) logo após deixar o filho em uma escola no bairro do Grotão, em João Pessoa. A vítima, identificada como Anderson Nascimento Pereira, trabalhava como pedreiro. Segundo a Polícia Civil, o crime foi passional.

Segundo o delegado Hugo Helder, Anderson foi atingido por um tiro ainda na rua da escola do filho, por volta das 7h. Ele, que conduzia uma motocicleta, caiu e tentou fugir dos criminosos correndo em direção à própria escola, mas foi perseguido e baleado mais vezes. Até a publicação desta matéria, não era possível dizer quantos disparos atingiram a vítima, pois a polícia ainda aguardava a chegada dos peritos.

“Anderson vivia uma espécie de triângulo amoroso. Existia uma relação conturbada entre ele e um outro envolvimento amoroso da companheira, que é o principal suspeito desse homicídio. Recebemos relatos de que ele inclusive já tinha ameaçado a vítima. Identificamos esse rapaz e devemos prendê-lo em breve”, informou o delegado, ao Portal Correio.

O corpo da vítima será levado para a Gerência de Medicina e Odontologia Legal (Gemol), no bairro do Cristo Redentor