João Pessoa 23/10/2017 00:42Hs

Início » Policial » Homens invadem produtora de vídeo e roubam equipamentos avaliados em R$ 20 mil

Homens invadem produtora de vídeo e roubam equipamentos avaliados em R$ 20 mil

Caso aconteceu em João Pessoa e só foi percebido na manhã desta quinta-feira (12) por uma vizinha do estabelecimento

Uma produtora de vídeo que tem escritório no Centro de João Pessoa foi invadida na manhã desta quinta-feira (12). Os suspeitos levaram o equivalente a cerca de R$ 20 mil em equipamentos. O arrombamento foi percebido por uma empresária, que chegou à loja vizinha, por volta das 7h e ouviu conversas dentro do estabelecimento invadido. Ela chamou alguém para abrir o portão da garagem vizinha, o que alertou os invasores para fugirem levando os equipamentos.

Pelos vestígios encontrados no local, os responsáveis pela produtora acreditam que os bandidos entraram pulando o portão da garagem, onde abriram uma corrente e depois fecharam novamente, para dar aparência de normalidade, para que passasse pela frente.

Antes de arrombar o estabelecimento, os ladrões consumiram várias pedras de crack, deixando latas, fósforos usados e outros vestígios no local.

“Para ter acesso ao interior eles arrancaram a grade de uma janela, que fica a quase três metros do chão. Eles levaram equipamentos que são muito específicos, inclusive uma câmera Osmo DGA, que só existem duas dela aqui em João Pessoa. Portanto, quem comprar esse material, vai comprar sabendo que está adquirindo produto de furto”, disse o publicitário Max Weber Luna, sócio da produtora. Os suspeitos furtaram três câmeras fotográficas (uma Cannon 7D, uma Osmo DGA e uma digital pequena), duas lentes (50mm e 200mm), HDs externos e outros equipamentos menores.

De acordo com o relato da vizinha, que testemunhou a fuga, os invasores correram em direção ao Mercado Central, onde vivem vários usuários de crack, o que levanta a suspeita de um possível esconderijo do grupo. A polícia foi acionada mas, até o fechamento desta reportagem, não tinha conseguido localizar os suspeitos nem o material furtado. Quem souber de alguma informação sobre os equipamentos sendo vendidos, que possa ajudar na localização dos suspeitos, deve informar à polícia, através dos telefones 197 ou 190. Não precisa se identificar.

Portal Correio