João Pessoa 24/06/2018 20:38Hs

Início » Policial » Suspeito de matar gays após marcar encontros pela internet é preso

Suspeito de matar gays após marcar encontros pela internet é preso

1343080902333-homofobiaA Polícia Civil do Rio prendeu, nesta manhã, Robson Luiz Castelo Branco Cardoso, 31, suspeito de participar de uma quadrilha que rouba e depois mata homossexuais. A polícia acredita que ele esteja envolvido em pelo menos dois casos.

As investigações começaram com o desaparecimento do professor Carlos Roberto Costa, 70, em Madureira, zona norte do Rio. Costa marcou um encontro com Cardoso por um site de bate-papo na internet e, logo depois, desapareceu.

Os policiais descobriram que após o desaparecimento do professor, o seu carro continuou a percorrer a cidade do Rio. “Essa quadrilha tem como hábito marcar encontros pela internet, principalmente, com homossexuais. As vítimas são roubadas e mortas. O corpo de Carlos Roberto não foi encontrado. Por isso, o preso será indiciado por latrocínio (roubo seguido de morte) e ocultação de cadáver”, explicou o delegado Antonio Ricardo Nunes, responsável pelo caso.

Folha de São Paulo