João Pessoa 22/05/2018 07:48Hs

Início » Policial » Vendedor de CD é assassinado a tiros em Campina Grande

Vendedor de CD é assassinado a tiros em Campina Grande

revolvãoUm vendedor de CD s de 33 anos foi morto nesta quarta-feira (19) em Campina Grande, Agreste paraibano, com um tiro na cabeça e outro nas costas. Segundo a Polícia Militar, o suspeito foi encontrado e confessou que matou a vítima porque ele teria estuprado sua esposa. O crime aconteceu por volta das 18h30 na rua São Francisco, no bairro do Pedregal. Conforme a PM, policiais faziam rondas na região quando ouviram os disparos. Um homem foi encontrado caído no chão atingido por dois tiros. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda foi acionado, mas a vítima morreu no local.

Testemunhas relataram à polícia quem seria o suspeito e ele foi localizado na sua casa com uma espingarda calibre .20 e outra de fabricação caseira. O corpo da vítima foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande. Homicídios em Queimadas e São Bento Também por volta das 18h30, um jovem de 23 anos foi morto nesta quarta-feira na cidade de Queimadas, Agreste da Paraíba. Segundo a Polícia Militar, ele foi assassinado pouco tempo depois de fazer um boletim de ocorrência na delegacia dizendo que estava sofrendo ameaças de morte. Os suspeitos estavam em um Volkswangen Gol de cor branca e fugiram, mas até as 6h30 desta quinta-feira não houve prisões.

Outro homicídio foi registrado São Bento, no Sertão. Um comerciante de 56 anos foi morto dentro de seu estabelecimento após reagir ao um assalto. Segundo a Polícia Militar, ele teria entrado em luta corporal com os suspeitos que estavam encapuzados e foi atingido por dois tiros. Os criminosos fugiram e até as 6h40 desta quinta-feira não haviam sido localizados.

Redação com G1