João Pessoa 25/05/2018 20:25Hs

Início » Política » Advogado de Cássio diz que Ricardo Coutinho tem medo de ser cassado

Advogado de Cássio diz que Ricardo Coutinho tem medo de ser cassado

Ele adiantou que todas essas medidas protelatórias demonstram o medo que Ricardo Coutinho tem da sua cassação.

Harrisson targinoO advogado Harrison Targino comentou nesta terça-feira (7) a arguição de falsidade apresentada pelos advogados do governador Ricardo Coutinho, contestando informações do Tribunal de Contas do Estado (TCE) repassadas ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para ação que pede a cassação do socialista.

Em entrevista ao Blog do Gordinho, Harrison evitou fazer comentários sobre o mérito da acusação ao tribunal, mas adiantou que todas essas medidas protelatórias demonstram o medo que Ricardo Coutinho tem da sua cassação.

“Quem deve responder pelo TCE é o TCE. A mim me parece que o governador tem muito medo do julgamento das suas ações, por isso busca adiar de todo modo a análise dos abusos cometidos durante a eleição. Isso está claro. Esse dado do TCE a que eles se referem não é decisivo para o nosso conjunto probatório. Penso que essa estratégia do governador demonstra nitidamente que ele está preocupado com a sua cassação”, disse.

O advogado não quis prever prazos para o julgamento, mas reconheceu que as medidas protelatórias tumultuam o andamento dos processos que pedem a cassação do governador socialista.

“Essas alegações da defesa fazem parte de uma estratégia procrastinatória. Tudo é feito apenas para adiar o julgamento dos crimes eleitorais e são nove. Essa se refere aos abusos praticados pelo governador na concessão de vantagens a servidores da Polícia, concedidos com lei nova e decreto novo apenas no ano da eleição. Há juízes de Pombal e Patos que pediram afastamento de comandantes de Polícia por terem agido como militantes partidários”, explicou.

O advogado também se pronunciou sobre a declaração proferida pelo secretário de Comunicação do Estado, Luís Torres, de que o TCE não pode ser uma extensão do escritório que representa o senador Cássio Cunha Lima.

“Vejo como uma ilação irresponsável que diz respeito à instituição. Se ele diz que o tribunal agiu dolosamente, deve provar. Eu não sou membro daquela corte, mas por mim, entendo como uma ilação irresponsável”, rebateu.

Blog do Gordinho