João Pessoa 23/05/2018 15:09Hs

Início » Política » ‘Candidatos têm de 7 de março a 7 de abril para trocarem de partido sem punições’, alerta especialista

‘Candidatos têm de 7 de março a 7 de abril para trocarem de partido sem punições’, alerta especialista

A advogado especialista em Direito Eleitoral Edísio Souto, nesta terça-feira (02), avaliou as conjecturas políticas que devem acontecer em 2018, ano eleitoral. O jurista lembrou, por exemplo, que os postulantes aos cargos públicos terão o prazo de apenas um mês para deixarem seus atuais partidos e se transferirem para outro.

“O prazo é apenas de 7 de março até 7 de abril para fazer essa troca sem que haja alguma punição”, alertou durante entrevista concedida ao programa Rádio Verdade, da Arapuan FM.

O advogado ainda lamentou que ainda não podem ser feitas candidaturas avulsas, ou seja, que não estejam ligadas a nenhuma legenda partidária: “eu fiquei feliz quando a procuradora-geral da República Raquel Dodge considerou essa possibilidade porque eu imaginava que seria interessante a figura de um candidato avulso, que poderia disputar sem partido, apenas defendendo seu próprio nome”.

Yves Feitosa