João Pessoa 24/06/2018 12:54Hs

Início » Política » Efraim Filho minimiza diferenças do DEM com o PT e diz que não vê problemas em estarem no mesmo palanque

Efraim Filho minimiza diferenças do DEM com o PT e diz que não vê problemas em estarem no mesmo palanque

Deputado lembrou que é aliado de Ricardo Coutinho desde sua primeira eleição ao cargo e reforçou segue na base

O líder do Democratas na Câmara dos Deputados, Efraim Filho, disse não ver problemas em fazer parte de uma aliança que integre o PT, no intuito de ajudar a eleger a chapa liderada pelo projeto socialista ao Governo da Paraíba. O deputado lembrou que é aliado do governador Ricardo Coutinho desde sua primeira eleição ao cargo e reforçou segue na base do gestor.

“O nosso palanque é o do governador Ricardo Coutinho aonde nós fomos o primeiro aliado desde 2009. Quem veio, chegou depois. A gente (Democratas) não tem problema nenhum. A nossa aliança é com o PSB e com o palanque que ele monte”, afirmou ao Blog do Gordinho. Efraim comentou declarações de petistas no estado que, reiteradamente, afirmam não subir no palanque com legendas ‘consideradas golpistas’. “Ai é um problema que diz respeito ao governador a ao diálogo dele com o PT . Não temos nada a ver com essa situação”, rebateu.

Matéria veiculada pelo jornal Folha de São Paulo, nesta sexta-feira (01), salientou que três Estados no Nordeste, incluindo a Paraíba, devem ter a união das duas legendas nas próximas eleições.  Os outros dois são Ceará e Maranhão. A publicação ainda ressaltou que as alianças são encaradas pelos partidos como resultado das especificidades locais e não devem refletir no cenário nacional.

A Folha cita a pré-candidatura do secretário estadual João Azevêdo (PSB) em 2018 e diz que a consolidação da chapa ‘deve gerar o cenário insólito de petistas votando no DEM ou democratas votando no PT na disputa pelo Senado’. O deputado federal Luiz Couto (PT) e o ex-senador Efraim Moraes (DEM) são cotados como pré-candidatos ao cargo e, neste sentido, poderiam até fazer uma dobradinha em busca dos votos do eleitor paraibano. “Vai ser hora de esquecer a cor das bandeiras e pensar nos desafios da gestão pública”, comentou Efraim Filho ao jornal.

Blog do Gordinho