João Pessoa 23/10/2017 00:43Hs

Início » Política » “Existe um convite tácito para que eu não permaneça”, diz Veneziano sobre situação no PMDB

“Existe um convite tácito para que eu não permaneça”, diz Veneziano sobre situação no PMDB

Deputado teceu críticas à legenda e disse se sentir excluído das decisões: “Não leva em conta que tem um parlamentar”

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo voltou a comentar, nesta quarta-feira (11), sobre a possibilidade de deixar o PMDB. Sendo mais direto do que antes, o campinense disse notar que há um convite silencioso para sua saída.

“De certa forma existe um convite tácito para que eu não permaneça. Quando falo disso, trato educadamente. Me parece que para aqueles que integram o PMDB não é muito agradável quando pedimos reuniões, para que socializem as decisões, que coletivizem as orientações. Melhor seria se essa presença não existisse”, declarou.

Afirmando gostar do partido, Veneziano não esconde a mágoa. “Se puder ficar, ficarei, mas se for convidado a sair, não terei alternativa senão escolher outro partido”, acrescentou.

O parlamentar teceu diversas críticas à legenda e disse se sentir excluído das decisões partidárias. “Um partido que não leva em conta que tem um parlamentar que poderia ser pelo menos convidado a participar de decisões e estratégias, ser convidado a estar junto com os membros que integram a estrutura diretoriana. As linhas que ultimamente foram tomadas pelo PMDB que trouxeram prejuízos à sigla”, afirmou.