João Pessoa 22/05/2018 15:51Hs

Início » Política » Gervásio pode aproveitar janela para deixar PMDB e revela conversas com outras legendas

Gervásio pode aproveitar janela para deixar PMDB e revela conversas com outras legendas

O deputado disse que não ‘jogará’ dos dois lados. “Política se faz considerando a pista de mão dupla. Jogar dos dois lados do time não vou jogar. Porque a aliança com o governo para mim foi para valer”.

gervasio-maiaO deputado estadual Gervásio Maia definiu como “desgastada” a sua relação com o PMDB. Ele admitiu a possibilidade de deixar o partido, durante entrevista nesta quarta-feira (17), na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

“Não vou adiantar nada, porque estaria me precipitando. Mas já aviso que estou sim conversando sobre o meu futuro partidário. Política não se faz de forma isolada. Tenho uma série de pessoas que me acompanham há muito tempo, e é preciso que elas participem dessas decisões”, explicou.

Segundo Gervásio, há um desconforto para participar de eventos realizados pelo PMDB. “O partido tem feito eventos e não há clima para participar. É difícil viver dentro de um colegiado que não acredita em você. Os compromissos foram quebrados, diretórios em que sou o deputado mais votado durante várias eleições foram modificados. Qual é o meu verdadeiro papel no PMDB? Eu não sei. É lamentável, mas é fato”.

O parlamentar atribui a direção da legenda esse desgaste. “Enfrento essa dificuldade porque perdi a indicação para Manoel Junior, uma figura que na eleição de 2014 não votou em Vital já no primeiro turno. Na eleição de prefeito de José Maranhão desapareceu porque queria ser candidato. Foi contrariado, sumiu da campanha. Quando lhe foi oportuno deixou o PMDB. Quando lhe foi oportuno, voltou. Mas eu não esperava um compromisso de Manoel, mas da direção do partido”, destacou.

O deputado disse que não ‘jogará’ dos dois lados. “Política se faz considerando a pista de mão dupla. Jogar dos dois lados do time não vou jogar. Porque a aliança com o governo para mim foi para valer”.

Ele não tem medo de enfrentar um processo de infidelidade partidária. “Tenho a plena consciência de que sempre fui metódico e cumpri as obrigações partidárias. Nunca vi ninguém enfrentar processo de infidelidade tendo sido correto com o partido”.

Blog do Gordinho