João Pessoa 27/05/2018 12:01Hs

Início » Política » Hervázio vê fragilidade no bloco das oposições e alerta: “Quem tem menos segurança de candidatura é Cartaxo”

Hervázio vê fragilidade no bloco das oposições e alerta: “Quem tem menos segurança de candidatura é Cartaxo”

 Depois que o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), colocou em xeque a candidatura do secretário João Azevêdo (PSB) ao Governo da Paraíba, em 2018, o líder do Governo na Assembleia Legislativa da Paraíba, Hervázio Bezerra (PSB), reagiu e pontuou as fragilidades no bloco das oposições, sobretudo no que diz respeito ao prefeito da Capital.

Segundo Bezerra, Cartaxo é quem menos tem segurança de candidatura no campo das oposições porque terá que deixar o mandato de prefeito sem a segurança de que terá o apoio da gestão, com Manoel Júnior (PMDB) no cargo de prefeito.

Isso se deve, conforme Hervázio, porque Júnior é filiado ao PMDB e já deu provas de que tem força dentro da sigla. Além disso, o senador Maranhão (PMDB) já avisou que a candidatura do partido é irreversível, em 2018 e ainda acrescentou que votaria em qualquer outro, menos em Luciano.

“O que o que eu vejo como maior problema para Luciano é o desgaste com a classes política, da desconfiança. O próprio Maranhão disse que vota em qualquer outro candidato menos em Luciano Cartaxo e todos sabem as razões. Basta ver o espaço que o PMDB ocupava na gestão enquanto aliado do PSB e o espaço ocupado hoje enquanto aliado do PSD. Os espaços são mínimos. Quem tem menos segurança de candidatura é Luciano Cartaxo. Ele tem que deixar a prefeitura em abril. Ele vai passar a prefeitura para Manoel e Maranhão diz que a candidatura do PMDB é irreversível”, asseverou.

Apesar da crítica, Hervázio disse que reconhece a habilidade política de Cartaxo, tanto é que conseguiu se tornar prefeito.

“Na verdade não posso esconder ou omitir que Cartaxo tem sido um prefeito competente no ponto de vista da articulação. Ele deixou o PT e migrou para o PSD, quando muitos disseram que ele tinha dado um tiro no pé. Aqui era a única Capital do país em que o PT tinha uma prefeitura. Mas eu via, naquele momento, que era uma decisão acertada de Luciano. Ele com a habilidade que tem conseguiu atrair Agra e com isso atraiu também o projeto político do PSB e da prefeitura de João Pessoa. Ele incorporou, por isso a gente não pode subestimar sua capacidade de articulação”, finalizou.

PB Agora