João Pessoa 18/06/2018 02:25Hs

Início » Política » Maranhão vota contra mudar nome do PMDB para MDB

Maranhão vota contra mudar nome do PMDB para MDB

A alteração de nome precisará passar por avaliação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que registra os partidos políticos no país. Mas o procedimento é considerado protocolar

Este ano, mudaram de nome o PTN (que virou Podemos) e o PTdoB (para Avante) (Foto: Walla Santos)

Os delegados do PMDB decidiram, por 325 votos a 88, durante convenção nacional extraordinária do partido, pela mudança do nome do partido para MDB (Movimento Democrático Brasileiro). O senador José Maranhão, no entanto, votou contra a mudança porque não entende que seja um fato substancial. Ele disse que o importante não é mudar de nome, é que o partido tenha um nome próprio como candidato a presidente da República, mas na sua opinião, “o PMDB não tem se empenhado nisso”.

A alteração de nome precisará passar por avaliação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que registra os partidos políticos no país. Mas o procedimento é considerado protocolar.

Segundo José Maranhão, o argumento apresentado pelos que defenderam a alteração é de que o nome PMDB vem da ditadura de 1964, mas lembrou que o próprio nome MDB foi um nome dado pela ditadura, que foi quem criou os partidos MDB e Arena.

Entre 1966 e 1979, durante o regime militar, o MDB (Movimento Democrático Brasileiro) era o único partido nacional de oposição ao do governo (Arena) dentro do sistema do bipartidarismo instaurado no país após a edição do Ato Institucional nº 2, de 1965 – que extinguiu os partidos existentes.

Para o tesoureiro do PMDB da Paraíba, Antônio de Souza, a mudança de nome “troca seis por meia dúzia”. “O PMDB precisa mudar de prática, e não de nome. Foi o que expressou o senador Maranhão, na Executiva do partido, em agosto de 2017, em Brasília”, lembrou.

Apesar da aprovação de mudança do nome, o estatudo do parrtido, não foi alterado, foi apenas discutido. O senador Romero Jucá, presidente nacional da legenda, disse que o partido vai apresentar, em março do ano que vem, quando o partido realizar a sua convenção nacional ordinária, a nova estrutura de organização partidária, após discussão entre os diretórios estaduais.

Este ano, mudaram de nome o PTN (que virou Podemos) e o PTdoB (para Avante).

O senador Romero Jucá, presidente nacional do partido, quer transformar o novo MDB em uma “força política em prol da sociedade brasileira”.

Em agosto, a Comissão Executiva Nacional do partido enviou um ofício ao TSE solicitando a retirada do “P” de PMDB.

ClickPB