João Pessoa 27/05/2018 15:12Hs

Início » Política » Pedro diz que ainda não houve convite da Executiva do PSDB para tentar ‘fechar questão’ sobre Previdência

Pedro diz que ainda não houve convite da Executiva do PSDB para tentar ‘fechar questão’ sobre Previdência

Tucano chegou a afirmar que “não haverá fechamento” e que a tendência é que os parlamentares possam votar de acordo com sua consciência

O PSDB ainda precisa exercitar muito o diálogo com a bancada na Câmara Federal para tentar convencer parte dos deputados de que a reforma da Previdência é viável para o país. Apesar da informação de que o partido se reuniria em breve para tentar um fechar questão em torno da aprovação do texto, dificilmente haverá um consenso em cima da proposta que está em discussão no Congresso.

Ao assumir o comando da legenda, no último sábado (9), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, informou que reuniria a bancada com a Executiva Nacional e que, pessoalmente, é favorável à reforma. “Vamos ouvir a bancada e convocaremos uma reunião da Executiva para esta semana”, disse o governador em entrevista concedida após condução à presidência do PSDB.

No entanto, de acordo com o deputado Pedro Cunha Lima, ainda não houve informação neste sentido.  Em entrevista ao Blog, o tucano chegou a afirmar que “não haverá fechamento” e que a tendência é que os parlamentares possam votar de acordo com sua consciência. Ele já se mostrou contrário ao texto e vem defendendo a saída da legenda do apoio ao presidente Michel Temer  (PMDB).

Segundo informações do site Poder360 o partido apresentou ao peemedebista uma conta pequena sobre o apoio da bancada ao texto integral. Apenas 22 dos 46 deputados da sigla se manifestaram abertamente a favor da proposta do governo. Nesta segunda-feira (11), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse que não colocará a proposta em votação sem a garantia de ter mais de 308 votos. “Não é bom para o Parlamento, e muito menos para o Brasil, ter uma votação com resultado ruim” defendeu.

Blog do Gordinho