João Pessoa 26/05/2018 12:12Hs

Início » Política » PSB se agarra na trajetória do partido para enfrentar desafio da redução do período de campanha na disputa de JP

PSB se agarra na trajetória do partido para enfrentar desafio da redução do período de campanha na disputa de JP

estelaA disputa pela prefeitura de João Pessoa, nas eleições de outubro desse ano, deve contar com um embate acirrado devido à redução, pela metade, do período para a campanha eleitoral. A partir desse ano os candidatos terão apenas 45 dias para tentar convencer o eleitorado de que é a melhor opção.

Para a deputada estadual Estela Bezerra (PSB), que figurou entre os candidatos nas eleições municipais de 2012, a redução do tempo de campanha foi acertada, no entanto, será um dos grandes desafios, sobretudo para os candidatos de oposição.

“Eu acho acertado a redução, mas devia ter feito isso conjuntamente com o não instituto da reeleição, porque permitindo a reeleição, o candidato que lá está tem uma vantagem muito grande, de exposição, de fazer campanha do que é necessário, o período da critica fica reduzido a 45 dias, esse é o grande desafio”, destacou.

Estela ressalta, no entanto, que o PSB não teme o desafio, já que conta com uma história de uma trajetória vitoriosa.

“Eu acho que o PSB leva uma grande vantagem porque tem historia, tem trajetória, e nosso candidato é uma pessoa honesta e não tem o desgaste dos vícios habituais da classe política. Sem falar que a cidade de João Pessoa tem eleitorado muito perceptível, tem uma condição inclusive comparativa, pela trajetória do governador Ricardo Coutinho, das gestões anteriores e da gestão que se dá hoje”, ressaltou.

Já sobre a gestão do atual prefeito, que disputará à reeleição, Estela não poupou críticas, chegando a classificá-la como pífia e desacreditada.

“A gestão de Cartaxo, que eu considero pífia, e não mudo a opinião sobre isso, é uma gestão que perdeu R$ 288 milhões para resolver o maior problema de mobilidade urbana, deixou de investir no sistema de transporte publico e perdeu recursos federais na ordem de R$ 288 mi. Ela está hoje arrastando uma obra no Centro da cidade que está sob suspeita de desvio de recursos de mais de R$ 5 milhões. Essa é uma gestão que João Pessoa tem que ter olhos atentos e a capacidade de fazer a critica”, alertou.


PB Agora