João Pessoa 26/05/2018 15:20Hs

Início » Política » Romero diz que chapa da oposição tem que atender à geopolítica da PB

Romero diz que chapa da oposição tem que atender à geopolítica da PB

Após sair da disputa pelo governo do Estado, o prefeito  de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), disse que e chapa da oposição tem que atender à geopolítica da Paraíba.

Ao voltar  a falar sobre a composição da chapa da oposição ele disse que o pré-candidato ao governo saiu da capital do Estado, como o nome de Lucélio Cartaxo, irmão do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo ambos recém filiados ao PV. Para ele, tem que se tentar dialogar com os demais partidos que fazem parte do campo da oposição para construir uma situação que possa definir a totalidade da chapa em relação à questão da vaga de vice e quanto ao Senado Federal.

“Claro que nesse aspecto específico a gente compreende, até porque é legítimo a reeleição de Cássio Cunha Lima, ser mais uma vez candidato ao Senado da República”, ressaltou.

Em relação à escolha do vice, o prefeito destacou que há vários critérios para a definição de um nome. Entre eles, o imperativo do diálogo, mas sem imposições e com muita serenidade observando, sobretudo, a geopolítica da Paraíba para poder contemplar os demais partidos.

“Lucélio tem força não só na Capital, mas em toda região metropolitana. Por outro lado, tem que observar a questão da representatividade no interior do Estado. Portanto, isso tem que ser analisado sem imposição para podermos definir um nome com serenidade e chegar a uma vitória”, avaliou.

PBAgora