João Pessoa 15/08/2018 05:05Hs

Início » Política » ‘Se dependesse do poder público para moralizar política, nada aconteceria’, afirma Pedro Simon

‘Se dependesse do poder público para moralizar política, nada aconteceria’, afirma Pedro Simon

pedro-simonO ex-senador gaúcho Pedro Simon esteve em João Pessoa para ministrar uma palestra sobre a ética na política. A palestra aconteceu no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil no Centro de João Pessoa.

Simon destacou em entrevista antes da palestra que as manifestações da população nos dias 13 e 15 deste mês são apenas uma forma que o povo encontrou de passar para o governo a sua insatisfação.

“Quando dois milhões de brasileiros vão para as ruas , isso mostra que estamos no caminho certo. O povo foi para as ruas para defender uma mudança de comportamento. Vida ética, novas posições políticas”, disse.

O senador ainda destacou que o povo não pode depender do poder público para ter um exemplo de ética.

“Se for esperar pelo poder público, pelo executivo, pelo Supremo, não vai acontecer nada, e ainda vai continuar a mesma bagunça”, afirmou.

Para ele, foi a própria população que correu atrás, por meio de manifestações e protestos, de conseguir conquistar a moralização do poder público.

“Foi por conta da população nas ruas que duas medidas moralizantes foram tomadas. A Lei da Ficha Limpa só saiu do papel por conta de um documento com mais de 1,7 milhão de assinaturas populares e o Mensalão. O Supremo nunca tinha prendido ninguém. Mas aí o povo foi para a rua. Prendeu o José Dirceu, prendeu presidente do PT, prendeu tesoureiro”, exemplificou.

Veja a matéria completa com reportagem de João Thiago e imagens de Edson Alves.

João Thiago