João Pessoa 22/07/2018 08:52Hs

Início » Política » Tôrres rebate Zennedy: “Medo tem que está na mira da Operação da Lagoa”

Tôrres rebate Zennedy: “Medo tem que está na mira da Operação da Lagoa”

O secretário de Comunicação Institucional do Governo do Estado, Luís Tôrres, procurado pela reportagem do Paraíba Já, revelou que deu pouca importância às declarações do braço-direito dos irmãos Cartaxo, Zennedy Bezerra (PV), que afirmou à Rádio Correio FM nessa terça-feira (10) que “setores governistas” estariam “morrendo de medo” de uma eventual pré-candidatura de Lucélio ao Governo.

“Medo tem que está na mira da operação da Lagoa”, disse Torres, se referindo à Operação Irerês, deflagrada pela Polícia Federal em junho do ano passado para investigar as denúncias constatadas pela Controladoria Geral da União (CGU) na obra de requalificação do Parque Solon de Lucena – Lagoa – realizada pela Prefeitura de João Pessoa.

Mesmo demonstrando não dar tanta importância às declarações de Zennedy, Torres deu uma ‘alfinetada’ no ex-secretário da gestão Cartaxo. “Zennedy é tão importante que tem uma taxa em sua homenagem”, disparou o auxiliar de Ricardo em alusão à chamada ‘Taxa Z’, expressão que apareceu na pré-campanha eleitoral de 2016 durante entrevista concedida pelo então deputado federal e pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior, e que diz respeito a denúncias formuladas por empresários da construção civil de que precisavam pagar “taxas extras” – as “Taxas Z” – ao governo municipal para terem acesso a alvarás.

Entenda

Na segunda-feira (9), em entrevista ao programa Conexão Master, da TV Master, Tôrres havia questionado a força da pré-candidatura de Lucélio, uma vez que em nenhum momento o mesmo foi cogitado para ser candidato pela oposição nem pelo próprio Luciano Cartaxo, que poderia ter permanecido na prefeitura até o final tranquilo de que tinha um nome do mesmo peso que o seu e de total confiança para ser candidato a governador.

“Se Lucélio fosse o tal grande nome da prefeitura, do prefeito Cartaxo, por que não se pensou nele antes? Por que se colocou em risco o mandato de prefeito de Cartaxo? Se Lucélio fosse realmente o verdadeiro grande nome, você não teria o ‘fico’ de Cartaxo, não teria necessidade porque em nenhum momento você imaginaria que, se pudesse colocar o irmão, o meu clone para ser aquilo que eu não tenho coragem de ser, eu não vou precisar nem me arriscar”, disse na ocasião.

ParaíbaJá