João Pessoa 25/05/2018 22:42Hs

Início » Política » Tucana e peemedebista respalldam nome do PSD

Tucana e peemedebista respalldam nome do PSD

“União de coisa nenhum”. Foi assim que recentemente definiu o secretário João Azevêdo (PSB) ao se referir a aliança das oposições no Estado da Paraíba. A avaliação vai ao encontro das recentes movimentações dos adversários. É que cada partido de oposição já acenou para uma candidatura própria, mas nenhuma consensual, até agora.

Até mesmo filiados das legendas rejeitam os nomes de suas agremiações em detrimento de outras. É o caso do vice-prefeito de João Pessoa Manoel Júnior (PMDB) e da deputada Eliza Virgínia, do PSDB.

Apesar de o senador José Maranhão (PMDB) e o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB) terem se colocado como opção, a dupla (Júnior e Eliza) prefere seguir com a tese de que o melhor nome é o do prefeito Luciano Cartaxo (PSD).

Em entrevista, nesta terça-feira (21), Eliza, que é do PSDB, comemorou a presença do senador Maranhão (PMDB) no encontro do PSDB, realizado na últimasemana.

Ela acredita que a presença do senador José Maranhão no evento trouxe esperança de prosseguimento da aliança que ajudou a eleger o prefeito da Capital, Luciano Cartaxo (PSD), e que é preciso se manter unida para vencer ainda no primeiro turno.

Caso não aconteça e o PMDB realmente tenha candidatura própria, a luta será muito mais difícil, acredita a parlamentar.

“A presença de Maranhão foi uma grata surpresa e deu até esperança pela manutenção da aliança até o pleito de 2018. Nós seguimos firmes nesta aliança. Apesar de que Maranhão ter dito duas coisas diferentes uma diante de nós e outra depois que saiu, a gente fica sem entender. Nós precisamos estar juntos para derrubar esse tipo de ditadura onde não prevalece o diálogo. Existe um certo autoritarismo por parte do governo e para vencer, até no primeiro turno, precisamos estar totalmente unidos. É como uma casa, se ela está dividida ela não existe. Todos temos que nos unir porque sem isso, perdemos força para vencer e retirar o governo que está aí”, observou a deputada, sem sequer defender o nome de Romero para a disputa.

Já o vice-prefeito Manoel Júnior (PMDB), foi mais direto. Apesar de ressaltar a independência dos partidos em lançarem nomes para a disputa estadual, asseverou que, a preço de hoje, o melhor nome é o do prefeito Luciano Cartaxo (PSD).

“Eu tenho dito o seguinte. O nosso partido, o PMDB, se se isolar do processo sofrerá, sem dúvida nenhuma, o maior revés desses últimos tempos no processo eleitoral, por isso eu espero que esteja unido com as oposições. Se o melhor nome for o de Romero, no momento da definição, que seja Romero; se o melhor nome for o de Maranhão, que seja Maranhão; agora a preço de hoje as pesquisas quantitativas e qualitativas apontam que o candidato correto das oposições é Luciano Cartaxo”, arrematou.

PB Agora