João Pessoa 25/09/2018 19:05Hs

Início » Esporte » Racing goleia e complica o Vasco na Libertadores

Racing goleia e complica o Vasco na Libertadores

A situação do Vasco na Libertadores ficou complicada nesta quinta-feira após a equipe ser goleada por 4 a 0 pelo Racing-ARG, em Avellaneda. Com o resultado, os argentinos se isolaram na liderança do grupo 5, com sete pontos. Os cruzmaltinos, com apenas um, estão na lanterna.

O Vasco até criou algumas chances de gol quando a partida estava empatada. No entanto, os vascaínos sofreram com o ataque argentino, que marcou duas vezes em cada tempo. Na etapa inicial, Centurión e Lautaro Martínez abriram vantagem para o donos da casa, que ainda desperdiçaram dois pênaltis com Lisandro López em defesas de Martín Silva. No segundo tempo, Zaracho e Lisandro López, na terceira cobrança de penalidade máxima, decretaram a vitória.

As duas equipes voltam a se encontrar na próxima quinta-feira, desta vez em São Januário. Para o Vasco, somente a vitória interessa para se manter vivo por uma vaga nas oitavas de final da Libertadores.

O jogo – A partida começou equilibrada, com o Vasco em busca do ataque, sem deixar o Racing pressionar nos primeiros minutos. No entanto, os donos da casa tiveram duas chances de abrir o placar aos seis minutos. Primeiro, Donatti aproveitou cobrança de escanteio e finalizou para grande defesa de Martín Silva. Em seguida, foi a vez de Centurión fazer boa jogada e chutar para nova defesa do goleiro cruzmaltino.

O Vasco não se intimidou com os lances e quase marcou aos oito minutos. Wagner lançou Wellington na área, mas o volante chutou pela linha de fundo. Só que a resposta do Racing veio dois minutos depois. Saravia foi derrubado por Evander na área e o árbitro marcou pênalti. No entanto, Lisandro López cobrou forte no meio e viu Martín Silva defender a penalidade.

Depois do pênalti desperdiçado, o Racing aumentou a pressão em busca do gol. O Vasco passou a se segurar na defesa e pouco avançava ao ataque. Os donos da casa tiveram nova chance aos 21 minutos. Após cobrança de escanteio ensaiada, Soto ficou com a bola fora da área, mas chutou por cima do travessão.

Aos poucos, o Vasco conseguiu melhorar a marcação e criou boa chance aos 26 minutos. Andrés Rios achou Wellington na área. O volante ficou de frente para Musso e devolveu para o atacante. Só que a zaga conseguiu desviar a bola, que foi pela linha de fundo. O lance animou os cariocas, que voltaram a assustar nos minutos seguintes. Primeiro, Wagner furou na área após cruzamento de Henrique. Depois, Evander arriscou de longe e quase acertou o gol argentino.

Quando o Vasco era melhor na partida, o Racing abriu o placar, aos 32 minutos. Lisandro López achou Centurión livre na área e o meia chutou cruzado, sem chance para Martín Silva.

O revés foi sentido pelos cruzmaltinos, que voltaram a sofrer com a pressão do Racing. Os donos da casa aproveitaram o abatimento do Vasco para chegar ao segundo gol aos 38 minutos. Centurión cruzou rasteiro para Lautaro Martínez finalizar para a rede.

Com boa vantagem, o Racing diminuiu o ritmo e permitiu ao Vasco tentar o ataque nos minutos finais. No entanto, os argentinos tiveram a chance de fazer o terceiro já nos acréscimos, quando Erazo derrubou Lautaro Martínez na área. O árbitro marcou novamente o pênalti, que Lisandro López foi para a cobrança e mais uma vez parou em defesa de Martín Silva no último lance antes do intervalo.

No segundo tempo, o Racing continuou tendo mais posse de bola. Os donos da casa quase marcaram logo aos três minutos, com Donatti, mas o zagueiro cabeceou sobre o travessão. Só que aos seis, os argentinos chegaram ao terceiro. Zaracho fez grande jogada individual, passou por Martín Silva e tocou para a rede.

O Vasco só conseguiu criar sua primeira boa chance aos oito minutos. Desábato arriscou de longe e quase surpreendeu Musso. Enquanto os cruzmaltinos sofriam o Racing chegava com facilidade e não demorou para marcar o quatro. Wagner deixou o braço em Saravia na área e o árbitro marcou novo pênalti. Lisandro López foi para a cobrança pela terceira vez e colocou na rede. Martín Silva ainda acertou o canto.

Com a goleia consolidada, o jogo caiu em rendimento. O Vasco não tinha força para buscar diminuir a desvantagem enquanto que o Racing passou a tocar mais a bola. Mesmo assim, os donos da casa quase marcaram o quinto aos 34 minutos. Após boa troca de passes pela esquerda, Soto cruzou para Zaracho cabecear na trave.

Nos minutos finais, os cruzmaltinos tiveram mais posse de bola, mas não acomodaram Musso. O Racing apenas administrou o resultado até o fim.

FICHA TÉCNICA
RACING-ARG 4 X 0 VASCO-BRA

Local: Estádio Presidente Perón, em Avellaneda (Argentina)
Data: 19 de abril de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 19h15(de Brasília)
Árbitro: Ulises Mereles (Paraguai)
Assistentes: Milciades Saldivar (Paraguai) e Roberto Cañete (Paraguai)
Cartões amarelos: Sigali (Racing); Fabrício, Wellington, Andrés Rios e Wagner (Vasco)
GOLS
RACING: Centurión, aos 32min do primeiro tempo; Lautaro Martínez, aos 38min do primeiro tempo; Zaracho, aos 6min do segundo tempo; Lisandro López, aos 15min do segundo tempo

RACING: Juan Musso, Renzo Saravia, Alejandro Donatti, Leonardo Sigali (Miguel Barbieri) e Alexis Soto; Nery Domínguez, Matías Zaracho, Augusto Solari, Ricardo Centurión (Marcelo Meli) e Lisandro López; Lautaro Martínez (Brian Mansilla)
Técnico: Eduardo Coudet

VASCO: Martín Silva, Yago Pikachu, Paulão, Frickson Erazo e Henrique; Bruno Silva (Caio Monteiro), Leandro Desábato, Wellington, Evander (Rildo) e Wágner; Andrés Rios
Técnico: Zé Ricardo

Gazeta Esportiva