João Pessoa 25/09/2018 17:44Hs

Início » Destaque » Tentando a polarização, Azevedo pecha prefeito de ‘traidor’ e cita três casos: ‘traiu Agra, Nonato e o PT’

Tentando a polarização, Azevedo pecha prefeito de ‘traidor’ e cita três casos: ‘traiu Agra, Nonato e o PT’

joao-azevedo- traiu agra,Nesta segunda-feira (22), o pré-candidato João Azevedo (PSB) à sucessão municipal da capital foi o entrevistado do programa Frente a Frente, da TV Arapuan. Começou “batendo” no prefeito Luciano Cartaxo (PSD), a quem acusou de estar “distante da população e preocupado apenas com os projetos pessoais”. Atribuiu ao concorrente a pecha de “traidor”, numa demonstração estratégica de que precisa polarizar com o atual gestor e virtual candidato à reeleição.

“Largou Agra (Luciano). Largou Nonato (Bandeira, atual vice-prefeito) e largou o PT, legenda de origem dele (Cartaxo)”, afirmou o pré-candidato a Prefeitura de João Pessoa pelo PT.

Sobre o PMDB, partido que ele conta como aliado nas eleições de outubro, Azevedo disse que “temos conversado, também com outras legendas”. No entanto, expôs seu ponto de vista a respeito do lançamento da pré-candidatura de Adriano Galdino em Campina Grande.

“Se o PMDB não quer unir força conosco em João Pessoa, então o PSB entendeu ter um candidato em Campina Grande”, avaliou Azevedo plenamente consciente de que essa situação poderá ser resolvida com muito diálogo. “Acho que essa situação será revista e acho que estaremos no mesmo palanque nas eleições municipais, seja aqui na Capital ou em Campina”, observou.

Adiante, afirmou que o candidato a vice ainda não encontrou na discussão da campanha e que é assunto para mais tarde. “Sem dúvidas, é cedo para definir o partido aliado que irá indicar o nome para dividir comigo a composição da chapa. Devo dizer que nossa aliança será formada por 12 ou 14 partidos, talvez”, concluiu.

Marcone Ferreira