João Pessoa 24/06/2018 08:56Hs

Início » Últimas » Advogado adoece e Julgamento do caso ‘Fátima Lopes’ é adiado; acusado sai algemado

Advogado adoece e Julgamento do caso ‘Fátima Lopes’ é adiado; acusado sai algemado

O julgamento do psicólogo Eduardo Paredes, acusado pela morte da defensora pública Fátima Lopes, que estava marcado para acontecer às 9 horas da manhã desta quarta-feira (31) foi adiado para o dia 19 de dezembro. Faltando meia hora para se começar o júri, o advogado de defesa do acusado, Abraão Beltrão, anexou um atestado médico alegando problemas de saúde.

A atitude do advogado causou revolta e indignação aos familiares e na platéia. Poucos minutos após o anúncio do adiamento do julgamento, o juiz José Aurélio da Cruz decretou a prisão preventiva do acusado que saiu algemado do fórum e com essa decisão o público aplaudiu.

 Mesmo com o adiamento do julgamento, Davi Lopes, filho da defensora, disse que continua acreditando e confiando que a Justiça se feita. “Não podemos aceitar que um homem que matou duas pessoas em menos de cinco meses permaneça solto”, enfatizou o jovem.

Paulo Cosme