João Pessoa 24/05/2018 09:55Hs

Início » Últimas » Família é mantida refém dentro de casa, polícia age rápido e prende bandidos

Família é mantida refém dentro de casa, polícia age rápido e prende bandidos

A família foi rendida quando chegava em casa; mãe estava com filho de 3 anos

Uma ação rápida de policiais militares de Campina Grande evitou uma tragédia quando um casal com um filho de apenas e anos foram feitos reféns no momento que chegavam em casa no bairro de Bodocongó. Foram presos o vendedor Odon Francisco da Silva, 42 anos e o auxiliar de serviços gerais Josenildo Francisco dos Santos, 29 anos, ambos residentes em Campina Grande.

Segundo consta de informações colhidas pela polícia, passava das 21h30 quando um casal chegavam na residência no veículo Siena prata. A mulher estava com uma criança, filha do casal no braço quando foram surpreendidos por dois bandidos.

A dupla de bandidos estava armada, sendo um com uma faca peixeira e o outro com uma pistola, que a polícia descobriu ser de plástico.

Enquanto um dos assaltantes ficou com a mulher e a criança dentro do carro, o outro bandido entrou na casa com Robson e após se apoderar de vários objetos, sendo um televisor, um Home Teather Samsung, um receptor de antena Claro, um botijão de gáse um ventilador Arno, além de documentos pessoas, colocou tudo dentro do carro.

Antes de fugirem no carro do empreendedor, a dupla de bandidos trancou o casal com a criança dentro do banheiro. Mas toda a ação dos assaltantes foi vista por uma vizinha que telefonou para a polícia.

Guarnições da PM estiveram no local e após se inteirar das informações e caracteristicas dos bandidos foi iniciada diligências. Foi quando os policiais tomaram conhecimento do envolvimento de um veículo em um acidente as margens do açude Bodocongó.

No local, os policiais abordaram os ocupantes e descobriram serem os mesmos que praticaram o assalto e verificaram que a arma usada era de plástico. A dupla foi reconhecida pelas vítimas e todo o material roubado ainda estava no carro. Odon e Josenildo foram levados para a Central de Polícia.

Cardoso Filho