João Pessoa 21/07/2018 17:19Hs

Início » Últimas » Justiça retoma audiências da Operação Squadre na próxima terça-feira, 2

Justiça retoma audiências da Operação Squadre na próxima terça-feira, 2

Na última audiência, realizada no dia 11 deste mês foram ouvidos quatro réus

201306300234120000007639A Justiça paraibana reinicia na próxima terça-feira, 2, as audiências da Operação Squadre que haviam sido suspensas no dia 11 deste mês a pedido dos advogados.

na audiência de terça-feira serão ouvidos, por videoconferência, os réus que se encontram presos em Catandúvas, no estado do Paraná. O caso envolve 38 réus denunciados pela Polícia Federal e Ministério Público Estadual. Eles estão sendo julgados na 7ª Vara Criminal da Capital paraibana.

De acordo com a assessoria da 7ª Vara, houve impossibilidade de se realizar o interrogatório por videoconferência, devido a ausência de advogado ou defensor público. Os réus que estão em Catandúvas foram denunciados pelos crimes de comércio ilegal de armas e munições, constituição de milícia privada em concurso material de crimes previstos no art. 69 do Código Penal.

Até o momento, foi concluída a oitiva das testemunhas relativas ao grupo 2 (priorizado pela Justiça por conter réus presos) e iniciada a fase dos interrogatórios. Ontem (11) foram ouvidos quatro réus: os policiais militares Erivaldo Batista e Olinaldo Vitorino Marques e os policiais civis Vitor Prado Freire e José Rodrigues da Silva Júnior.

Na segunda feira (10), foram interrogados os réus Francisco Batista, Lúcio Alexsandro Ventura e Thyemom Henrique. O réu Ademar Dias foi interrogado na última quinta-feira (6), quando foi inciada a audiência de Instrução e Julgamento do Grupo1.

A pedido do Ministério Público e por se tratar de um processo bastante complexo a denúncia apresentada foi dividida em três grupos.

A operação – No dia 9 de novembro de 2012, cerca de 400 policiais federais cumpriram 75 mandados expedidos pela Justiça, sendo 35 de prisão preventiva, dez de prisão temporária, 11 de condução coercitiva de pessoas e 19 de busca e apreensão de documentos.

A operação Squadre aconteceu simultaneamente nas cidades de João Pessoa, Bayeux, Cabedelo, Santa Rita, Alhandra, Mari e Cajazeiras, na Paraíba, e ainda, em Recife e Petrolina, no estado de Pernambuco. Foram detidos, à época, 20 policiais militares e civis, entre eles um major da Polícia Militar e dois delegados da Polícia Civil. No total, a Operação Squadre prendeu 40 pessoas.

da Redação com assessoria