João Pessoa 23/05/2018 12:55Hs

Início » Últimas » Lula pede voto para Cartaxo como presente de aniversário

Lula pede voto para Cartaxo como presente de aniversário

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cumpriu a promessa e participou hoje à noite do comício realizado pelo candidato de seu partido à prefeitura de João Pessoa, Luciano Cartaxo, em Mangabeira. Mesmo com problemas na voz e pedindo desculpas por ter que ingerir água frequentemente por causa de um edema na garganta, Lula fez um discurso marcado pelos elogios ao Governo do PT e aproveitou para pedir ao povo de João Pessoa um presente pela passagem de seu aniversário, comemorado no sábado, 27, véspera da eleição:
– Quero que o povo de João Pessoa me dê de presente um voto para meu companheiro Luciano Cartaxo – disse ele.
Ao enalteceu o governo do PT e sua própria gestão, Luiz Inácio afirmou que teria sido responsável por mais aportes de verbas para a Paraíba que os últimos 10 presidentes da República que lhe antecederam. Ele complementou dizendo que a região Nordeste merece receber mais investimentos que as demais. Entre seus feitos realçados no discurso, Lula ainda citou o fato de não ter frequentado uma universidade e destacou sua preocupação com o ensino superior, dizendo que em sua gestão teria sido ampliada a oferta de vagas nas universidades do país, além de ter incentivado o ingresso de jovens carentes no ensino superior através do Prouni.

Além de Lula, discursaram ainda o candidato, Luciano Cartaxo e seu vice, Nonato Bandeira (PPS), além do prefeito Luciano Agra (sem partido).

Conselho – Lula também deu conselhos a Luciano Cartaxo pensando em sua futura gestão, caso seja eleito no dia 28 de outubro. Disse que o petista tem que formar um time de auxiliares competente e que goste do povo:
– Uma coisa é importante. Não coloque alguém que não possa ser dispensado depois. E se um dia você fizer alguma coisa que desagrade ao povo de Mangabeira, por exemplo, vai vir um assessor e vai dizer: Não passe em Mangabeira porque o povo está arretado com o senhor. Aí, você dispensa esse assessor e vai a Mangabeira porque o povo gosta da verdade. Você pode dizer que não teve como fazer determinada melhoria, mas não deixe de conversar e dizer a verdade ao povo.