João Pessoa 20/08/2018 02:59Hs

Início » Últimas » Mais de 84% dos eleitores paraibanos votaram neste domingo

Mais de 84% dos eleitores paraibanos votaram neste domingo

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque, avaliou de forma positiva a realização do primeiro turno das Eleições Municipais de 2012 nos 223 municípios da Paraíba, que contou com a participação de 2.408.326, dos 2.865.818 eleitores aptos a votar na Paraíba, o correspondente a 84,04%. O índice de abstenção foi de 15,96%, ou seja, 457.493 eleitores deixaram de votar em todo Estado.

Em João Pessoa, maior colégio eleitoral do Estado, dos 480.237 eleitores aptos a votar, um total de 407.363, o equivalente a 84,83%, compareceu às urnas. O índice de abstenção foi de 15,17%, ou seja, 72.874 eleitores deixaram de votar. O número de votos brancos foi de 13.690 (3,36%); nulos, 22.745 (5,5%) e validos, 370.928 (91,06%).

Já em Campina Grande, que conta com o segundo maior colégio Eleitoral, com 280.207 eleitores, compareceram às urnas 238.318 eleitores, o correspondente a 85,05%. O índice de abstenção foi de 14,95%, o equivalente a 41.889 faltosos.  O número de votos em branco foi de 7.637 (3,20%); nulos 13.365 (5,61%) e o votos válidos 217.316 (91,19%).

Segundo Marcos cavalcanti, o sistema de totalização e divulgação dos resultados superou todas as expectativas, já que antes das 20h o TRE-PB conseguiu concluir quase todo o processo de apuração. “A nossa previsão era concluir todo o processo de apuração às 21h. Mas o fato é que às 19h40 já estamos concluindo o processo. Com a totalização de mais de 99% das urnas em todo o Estado. Restando apenas três municípios”, comentou.

O presidente atribuiu a rapidez e agilidade do processo de totalização, aos preparativos antecipados do TRE-PB, por meio da Secretaria de Tecnologia da Informação, que elaborou uma logística, que foi executada com perfeição de Cabedelo a Cajazeiras. Além disso, conforme ressaltou, não houve nenhum problema que resultasse no atraso da totalização, contou com toda a colaboração dos eleitores, que não provocaram atraso na votação.

“Não houve problemas na computação dos votos, nem atrasos nas votações. Tudo isso contribuiu para a rapidez dos resultados. É a primeira vez que o pleito é definido com tanta rapidez. Os eleitores da Paraíba estão de parabéns, pois exerceram com muita altivez o seu direito de cidadania, com democracia, compareceram às ruas e votaram”, declarou.

Marcos Cavalcanti elogiou a participação inovadora do trabalho integrado das polícias com a Justiça Eleitoral. “Em relação à segurança das Eleições, nós tivemos uma experiência nova que deu muito certo, foi a experiência de instalar três Centros de Comando e Controle da Segurança das Eleições sediados em Campina Grande, Patos e João Pessoa, e com isso proporcionou a chegada da Polícia Militar, Polícia Civil, da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e do Exército, o mais rápido possível ao local de cada conflito”, relatou.

O presidente destacou, também, o trabalho executado pela Polícia Militar, que desenvolveu um sistema de segurança com inteligência para manter a ordem das eleições.

“A experiência deu certo. É tanto que não houve nenhum fato que merecesse um grande registro, e os que aconteceram foram de pequena monta, e completamente resolvidos pela Polícia Militar, pela Polícia Civil e Federal, também. O sucesso no projeto de segurança, com toda a certeza, sem medo de errar, foi de 100%”, declarou.

Totalização de votos de João Pessoa

A totalização dos votos em João Pessoa ocorreu exatamente às 19h30, considerado um tempo recorde pela Justiça Eleitoral. A divulgação foi feita oficialmente na Central de Divulgações, que foi instalada no sexto andar do edifício sede do TRE-PB. O juiz Fabiano Moura de Moura, da 64ª Zona Eleitoral, responsável pela totalização de votos da capital, anunciou os candidatos que disputarão o segundo turno para prefeito e os eleitos para o cargo de vereador de João Pessoa.

O anunciou foi feito com a participação do presidente Marcos Cavalcanti e demais integrantes da Corte Eleitoral. O resultado para prefeito da Capital, a exemplo do de Campina Grande, será decidido em segundo turno, que ocorrerá no próximo dia 28. A disputa pela Prefeitura de João Pessoa será entre Luciano Cartaxo, que obteve 142.158 – o correspondente a 38,32% – e  Cícero Lucena do PSDB, com 75.170 (votos (20,27%).