João Pessoa 27/05/2018 19:52Hs

Início » Últimas » Pais do bebê que morreu de overdose são indiciados por homicídio

Pais do bebê que morreu de overdose são indiciados por homicídio

Os pais do bebê de 9 meses que morreu no dia 13 de julho deste ano, em João Pessoa, após ingerir cocaína, foram indiciados por homicídio culposo ( quando não há intenção de matar). A informação foi repassada ao Portal Correio pelo delegado Ramirez São Pedro, que preside o inquérito policial. Thyago da Costa e Miriam Barreto vão responder pela morte da filha.

De acordo com o delegado, os depoimentos dos profissionais de saúde foram fundamentais para indiciar o casal. “Interroguei diversas pessoas, porém, os depoimentos de psicólogos, assistentes sociais e enfermeiros que atenderam a vítima foram contundentes para o indiciamento. Ficou comprovado que a criança teve contato com a droga dentro de casa”.

São Pedro revelou que os laudos cadavéricos e toxicológicos solicitados na criança e nos pais ainda não foram concluídos. Por isso, o inquérito que já se encontra na Justiça será devolvido para anexar os laudos e colher depoimentos do pai da garota.

“Faltam os laudos que não recebi. O pai da menina ainda não foi interrogado por que ele está internado em uma clínica para tratamento psiquiátrico”, comentou o delegado.

A criança foi internada no dia 8 de julho deste ano no Hospital Arlinda Marques, em João Pessoa, apresentando quadro de febre e convulsões. O bebê, que morava no bairro de Cruz das Armas, localizado na Zona Oeste da Capital paraibana, morreu cinco depois após sofrer três paradas cardíacas.

O exame toxicológico feito pelo Instituto de Polícia Cientifica da Paraíba comprovou que o bebê morreu após ingestão de cocaína. A vítima teria colocado na boca um papelote com resíduos da droga. Segundo os pais, a criança teve o contato com o material quando estava numa praça pública próxima de sua residência. Versão contestada pela Polícia Civil.

Portal Correio