João Pessoa 25/05/2018 05:10Hs

Início » Últimas » PM prende acusados de direção perigosa e furto de cones da Semob

PM prende acusados de direção perigosa e furto de cones da Semob

A Polícia Militar prendeu, no final de semana passado, homens que roubaram cones da Superintendência Executiva da Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob) e praticaram direção perigosa em vias do bairro do Bessa. Agentes de mobilidade que davam apoio à caminhada na Avenida Argemiro de Figueiredo flagraram rapazes em dois carros furtando os cones que são utilizados para dar segurança aos pedestres que caminham no local.

Ao perceberem que haviam sido flagrados, os acusados fugiram em alta velocidade. Os agentes da Semob acionaram o Batalhão de Polícia de Trânsito Urbana (BPtran), que logo iniciou uma perseguição. Na altura da Avenida Flávio Ribeiro Coutinho (Retão de Manaíra) os dois veículos foram alcançados e os acusados, presos.

Pena – Conduzidos para a 12ª Delegacia Distrital, em Manaíra, os rapazes foram indiciados por furto e direção perigosa. Pelo furto, a pena varia de dois a oito anos de reclusão e multa (Código Penal, art. 155, § 4º, inc. IV). Pelo crime de direção perigosa, previsto no art. 311 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), os acusados poderão ser condenados a até um ano de detenção ou multa.

Civilidade – A Semob informa que em todos os casos de crimes praticados contra os seus agentes de mobilidade ou o patrimônio da autarquia não ficarão impunes. “O respeito aos agentes da Semob e ao patrimônio do povo, antes de ser um dever de todo cidadão, é uma questão de princípios de civilidade, como assim se espera de pessoas que desejam viver em uma sociedade mais justa e pacífica”, disse o superintendente da Semob, Nilton Pereira de Andrade. Ele também destacou a prontidão e eficiência da BPtran.

Na semana passada, um cidadão agrediu verbalmente dois agentes de mobilidade durante trabalho de rotina. O caso foi parar na delegacia e os agentes entraram com uma representação na Justiça contra o cidadão, que terá de responder pelas agressões verbais.

Lamartine do Vale com secom Pb