João Pessoa 26/05/2018 17:49Hs

Início » Últimas » Polícia não registra homicídio; Trauma recebe três vítimas de tiros

Polícia não registra homicídio; Trauma recebe três vítimas de tiros

Casos aconteceram em João Pessoa e uma das vítimas acusa um vizinho

A noite de sexta-feira, 19 e madrugada deste sábado, 20, a polícia não registrou nenhum caso de homicídio em João Pessoa, no entanto, o hospital de Emergência e Trauma, vítimas de tiros. Outra vítima atingida por um golpe de faca foi levada para o Ortotrauma, em Mangabeira. Os acusados não foram identificados.

No final da noite de ontem, um homem que não teve o nome revelado, caminhava com sua esposa na rua Elias Cavalcante de Albuquerque, no bairro do Cristo Redentor, quando dois homens apareceram já armados.

De acordo com a esposa da vítima, os dois homens a mandaram correr e atiraram contra seu esposo e depois fugiram a pé.

A delegada Júlia Valeska, da Delegacia de Homicídios, foi informada do caso e, na ocasião, a mulher acusou um vizinho do casal que teria discutido a tarde com seu marido. Os autores dos disparos não foram localizados, no entanto, a delegada vai aguardar a recuperação da vítima para ouvi-la.

Em Mandacaru

Por volta das 3h o Centro Integrado de Operações Policiais – CIOP recebeu a informação de que duas pessoas em uma moto haviam sido perseguidas e um deles de 17 anos, havia sido baleado e socorrido para o hospital de Emergência e Trauma.

Os autores dos disparos foram identificados apenas por “Ego” e Paulinho”. A polícia realizou rondas, no entanto, não conseguiu localizar a dupla.

De acordo com Jonas Félix, ele e o adolescente saíram do clube Ponte Preta, em Mandacaru e quando estavam numa moto passaram a ser perseguidos por uma dupla também de moto.

Já próximo ao hospital Santa Isabel os desconhecidos passaram a atirar e atingiram o jovem de 17 anos na perna esquerda.

Quando no mesmo horário o Ciop era novamente informado de que um jovem de 20 anos havia sido ferido a golpe de faca no bairro dos Bancários.

A agressão aconteceu no interior de um bar após uma discussão. A vítima, Roberto Ferreira de Moura disse que foi ferido mesmo sem ter se envolvido na briga. Ele foi socorrido para o Ortotrauma, em Mangabeira.

Cardoso Filho