João Pessoa 25/04/2018 22:19Hs

Início » Últimas » Presidente da Câmara diz que comunicação da prefeitura de Alhandra é mentirosa, desinformada e maldosa

Presidente da Câmara diz que comunicação da prefeitura de Alhandra é mentirosa, desinformada e maldosa

download (2)O presidente da Câmara de Alhandra, Daniel Miguel soltou o verbo contra a assessoria de comunicação da prefeitura municipal, afirmando que a mesma é desinformada, mentirosa, incompetente e maldoso.  A critica ao órgão de comunicação municipal ocorreu devido a uma nota emitida à imprensa onde informava que “O presidente da Câmara de Alhandra, Daniel Miguel, cumpriu o que prometeu durante entrevista no dia 29 de junho, na rádio Alhandra FM. Na ocasião, o parlamentar afirmou que iria acionar o prefeito Marcelo Rodrigues, ‘por ato de improbidade administrativa’, e junto com os outros cinco vereadores encaminhou ao Ministério Público da Paraíba e Tribunal de Contas do Estado, solicitação a respeito da contratação de pessoal”.

Acontece que nem o presidente e muito menos outros cinco vereadores não encaminharam e nem solicitaram absolutamente nada aos órgãos de fiscalização.

“Essa noticia é falsa, mentirosa e maldosa. Não enviamos nenhuma documentação ao tribunal de Contas e muito menos ao Ministério Público, estamos juntando ainda uma vasta documentação comprovando as irregularidades do atual prefeito em ter sancionado uma lei sem apreciação da Câmara e nossa ação será somente em relação a lei que foi homologada e publicada pelo prefeito, sem autorização do legislativo”, declarou Daniel.

De acordo com o presidente, após identificar o estouro em contratações e aumento da folha de pagamento em mais de 1 milhão que vem chamando a atenção da imprensa de todo estado e de órgãos fiscalizatórios, o prefeito ficou sem saída e para se “safar”, está tentando culpar a Câmara municipal pelos constantes erros de sua gestão.

“Eles estão percebendo o grande erro que cometeram após uma enxurrada de denúncias contra a atual gestão, e sem ter para onde disparar, fizeram os vereadores de oposição de alvo, pois não sabem explicar sem atacar. Acho que passou da hora do prefeito e sua equipe assumirem seus próprios erros, pois já se passaram sete meses do novo governo e chegou a hora  de olhar para frente e não para trás, ta na hora de assumir que errou e deixar de culpar A ou B pela inoperância e erros escandalosos”, concluiu Daniel Miguel.

Segundo Daniel, a garantia de liberdade de imprensa não pode justificar a publicação de “mentiras”. “Acho que liberdade de imprensa é uma coisa sagrada. Agora, a liberdade de imprensa não significa que você pode inventar coisa o dia inteiro, significa que você deve orientar corretamente a opinião pública e não criar um terrorismo informativo e comunicativo, pois na tarde de hoje (04), quem procurou o prefeito ouviu da recepção da prefeitura que ele estava em reunião para tentar evitar a demissão em massa que a Câmara Municipal solicitou ao Tribunal de Contas. Sendo que os seis vereadores do lado da verdade e do bem, ainda não tomaram essa atitude.