João Pessoa 14/08/2018 08:46Hs

Início » Últimas » Produção de leite movimenta R$ 33 milhões por ano no Sertão paraibano

Produção de leite movimenta R$ 33 milhões por ano no Sertão paraibano

O Sertão paraibano movimenta mais de R$ 33 milhões por ano com a produção de leite bovino em cerca de 80 municípios. Diariamente, a região produz 100 mil litros, o que representa, aproximadamente, 45% de toda a produção da Paraíba. Estes dados revelam o potencial da cadeia produtiva do leite no Estado e mostram que a matéria-prima de queijos, iogurtes, manteigas, e tantos outros produtos, é responsável pelo desenvolvimento econômico de diversas cidades paraibanas.

Para discutir o cenário da produção de leite e derivados na região, a 8ª edição da Expovale (Exposição de Produtos e Serviços do Vale do Piranhas), que será realizada entre os dias 18 e 21 de outubro em Sousa, vai promover, no dia 19 de outubro, o IV Encontro Sertanejo do Leite (Enserleite). O evento é destinado aos produtores de leite, estudantes, profissionais da área de laticínios e queijarias e espera debater as necessidades e oportunidades do mercado.

De acordo com o gestor do projeto Fazenda Eficiente do Sebrae em Sousa, Lhano Osawa, os números em relação aos valores gerados com a cadeia produtiva do leite aumentam consideravelmente quando o leite é transformado em derivados (Iogurte, queijos, bebidas lácteas, requeijão, doce de leite e etc). “É difícil calcular quanto é movimentado em toda a cadeia, mas é possível estimar que os R$ 33 milhões tenham um aumento em torno de 40%”, disse o gestor. Toda a cadeia do leite é beneficiada, inclusive com a venda de animais e insumos; como ração, adubo, medicamentos, irrigação, etc.

Durante o Enserleite, serão discutidos o “Modelo Neozolandês na Bahia – Porque o Nordeste” (gerente Leitíssimo), “O que a Indústria pode inovar e fazer para que o produtor obtenha lucro produzindo leite” (Luiz Magno de Carvalho – Diretor de Expansão e Política Leiteira / Piracanjuba), a “Análise de sistema de produção: Palma & Pasto irrigado” (Vidal Pedroso de Faria, engenheiro Agrônomo – Esalq-USP), “Centro de Recria – Inovando na especialização da produção” (Marcelo de Resende – Engenheiro Agrônomo – Cooperideal), e “Inovação na Mineralização” (Vilsom Maia, responsável técnico do setor leiteiro).  O Enserleite começa às 8h e se encerra às 17h.

Dentro do projeto Fazenda Eficiente, a 8ª edição da Expovale  vai promover clínicas tecnológicas de “Casqueamento em bovinos”, “Fabricação de lácteos” e “Produção e Conservação de Volumoso com qualidade”, além do Concurso Estadual de Produtos Lácteos e o III Torneio Leiteiro Regional.

Fazenda Eficiente

Além do Sertão, que produz cerca de 45% de todo o leite do Estado, o Cariri, Brejo e a Zona da Mata também são responsáveis pela produção leiteira do Estado.  Através do projeto Fazenda Eficiente, que atende a 84 produtores, os produtores do Sertão estão ampliando a produção e a produtividade.  “Com o projeto, os produtores saíram da condição de sobreviventes para a de empreendedores do campo, passando a lucrar com a atividade econômica”, destacou Lhano.

O projeto Fazenda Eficiente utiliza desde técnicas de adubação e manejo alimentar com formulação de ração balanceada, passando por pasto, controle da produção de leite e do período de lactação, secagem, higiene na ordenha, reprodução, melhoramento genético do gado por meio da inseminação artificial até a gestão administrativa da propriedade.

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia na Paraíba 

A Expovale faz parte das ações do Sebrae Paraíba durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Além deste evento, o Sebrae vai promover ainda o Inova Gastronomia Paraíba (em João Pessoa, 16 a 18 de outubro) e o Seminário Inovação e Sustentabilidade nos Territórios  da Cidadania (em Campina Grande, 29 a 31 de outubro).

A SNCT é promovida pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, com apoio do Sebrae e de diversas instituições. Este ano o tema é “Economia Verde, Sustentabilidade e Erradicação da Pobreza”. Em todo o país, as atividades acontecem entre 15 e 21 de outubro. Na Paraíba, serão realizadas atividades em João Pessoa, Campina Grande e Sousa.