João Pessoa 18/06/2018 15:16Hs

Início » Últimas » Sargento da PM é acusado de tentar atropelar deputado João Henrique

Sargento da PM é acusado de tentar atropelar deputado João Henrique

Não é só clima que está quente no Cariri, a política também está pegando fogo na região. Os portais da região já dão conta de uma tentativa de atropelamento contra um deputado, que é esposo da candidata à reeleição no município. O ato criminoso teria sido praticado por um Sargendo da Policia Militar, que por sua vez seria o segurança do candidato adversário.

Veja a repercussão

Um Sargento reformado da Polícia Militar conhecido por Farias, está sendo acusado de tentar, no início da noite desta terça-feira, 2, atropelar o deputado estadual João Henrique (Democratas), esposo da prefeita e candidata a reeleição, Edna Henrique (PSDB) e mais dois correligionários da Coligação Pra Monteiro Seguir Em Frente, quando estes faziam visitas ao conjunto habitacional Bernardino Lemos, conhecido por Vila Popular. Segundo depoimento de testemunhas, o Sargento Farias estava guiando o veículo VW Fox, cor prata, de sua propriedade, quando repentinamente jogou o carro em cima de um grupo de partidários da coligação Pra Monteiro Seguir Em Frente, que estava fazendo visitas no local ao lado do deputado João Henrique que por muito pouco não foi atingido pelo veículo. Na cidade, a informação é de que o policial reformado, que já responde por mais de um crime de homicídio na região, estaria realizando a segurança armada do candidato a prefeito pela Coligação Todos Por Monteiro, Juraci Conrado (PTB) e aterrorizando os correligionários da coligação adversária. Logo após a tentativa de atropelamento o deputado João Henrique comunicou o fato ao Comando da Polícia Militar na região do Cariri, ao Comandante da Polícia Militar no Estado e ao presidente da Assembleia Legislativa, solicitando a todos as providências urgentes que o caso requer. COLIGAÇÃO DENÚNCIA AMEAÇA DE ATROPELAMENTO A coligação Pra Monteiro Seguir Em Frente, tão logo apurou as ameaças de atropelamento ao deputado João Henrique e correligionários da prefeita Edna Henrique, ingressou com um comunicado de urgência ao Juiz da 29ª Zona Eleitoral informando o ocorrido. No comunicado, postado abaixo da reportagem, confirma todos os fatos relatados na matéria e demonstra a intranquilidade que reina no município de Monteiro, alertando inclusive para as ameaças contra vidas.

OUTROS ATOS DE VIOLÊNCIA Esta não é a primeira vez que partidários do candidato Juraci Conrado partem para a agressão física. No domingo, 23 de setembro, o carro em que trafegava o genro da prefeita, médico Renieri Sena, a filha, médica Micheila Henrique, e a neta de apenas 6 anos, mesmo em movimento, foi atacado por um popular conhecido por Leca, irmão de um proprietário de uma loja de venda de veículos conhecido por Werton. Além destes fatos de tentativa de atropelamento e agressões físicas, o carro senhora Renata Gadelha, noiva do filho da candidata Edna Henrique, foi atingido com latas de cerveja também por partidários do candidato adversário, em frente à churrascaria Cariri. CONFIRA ABAIXO O COMUNICADO PROTOCOLADA NA 29ª ZONA ELEITORAL EM MONTEIRO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 29ª ZONA ELEITORAL DA PARAÍBA URGENTE! (comunicação de tentativa de atropelamento)

COLIGAÇÃO “PRA MONTEIRO SEGUIR EM FRENTE”, legalmente representada pelo senhor Ricardo Jorge de Almeida Menezes, com endereço para notificações na Rua Escrevente Maria Jansen, 126, Centro, Monteiro Paraíba (telefone/fac-símile 83-3351-3263), vem à presença de Vossa Excelência alegar e requerer tudo o quanto se segue: Às 18:00h do dia de hoje (2/10/2012), três partidários da Coligação Pra Monteiro Seguir em Frente, inclusive o Deputado João Henrique de Souza, esposo da candidata Edna Henrique, sofreram uma tentativa de atropelamento por parte do Sargento Reformado conhecido como FARIAS, que está armado, fazendo a “segurança” do candidato Juraci Conrado.

O referido Sargento, conforme dito, anda fortemente armado, fazendo a segurança do candidato Juraci Conrado, como é púbico e notório em Monteiro, sendo importante salientar que o mesmo responde a mais de um processo por crime de homicídio, razão pela qual passa a ser fundado o temor de mortes nesta reta final de campanha em Monteiro. O fato já foi comunicado à Polícia Militar. Ante o exposto, requer a Vossa Excelência a adoção das providências cabíveis, haja vista que, conforme dito, os partidários da Coligação requerente estão inibidos de visitar eleitores, temendo pela própria vida, inclusive o Deputado João Henrique, a candidata Edna Henrique e seus familiares. Termos em que, pede deferimento. Monteiro, 2 de outubro de 2012. CARLOS ANDRÉ BEZERRA

Redação com VITRINE DO CARIRI