João Pessoa 15/08/2018 07:23Hs

Início » Variedades » Criador do “LamborgUno” realiza o sonho de andar em uma Lamborghini

Criador do “LamborgUno” realiza o sonho de andar em uma Lamborghini

Além do passeio, empresários se propuseram a custear estudos e levá-lo para conhecer as fábricas da Lamborghini e da Ferrari na Itália

Um dos carros mais cobiçados do mundo, a Lamborghini é sonho de muitos que desejam ter um automóvel de luxo. Sonho que Edimar tratou de dar o “jeitinho brasileiro” para torn realidade em sua vida.

Edimar Dumond é um jovem pedreiro, natural de Rondonópolis (200 km de Cuiabá), apaixonado por carros de alta potência e que, no auge dos seus 27 anos, teve a brilhante ideia de transformar seu carro popular, um Fiat Uno, em uma réplica muito próxima ao esportivo Lamborghini, modelo Aventador.

O hibrido, que levou um ano para ficar pronto, teve como base um Lamborghini em miniatura, e a matéria prima usada foi massa acrílica e isopor. Também foi necessária uma “makita” para dar acabamento. Desempregado e sem condições de comprar os itens, o jovem buscava restos de isopor nas construções espalhadas pela cidade.

Mesmo ciente de que as alterações no Uno o impediriam de transitar nas ruas de Rondonópolis, Edmar prosseguiu com o projeto. “Eu cheguei a colocar uma lona no portão de casa enquanto fabricava a LamborgUno, com medo de que pudesse chamar muito a atenção da vizinhança. Eu não me importo em não andar com o carro. Só de ficar namorando ele todos os dias na minha varanda já fico feliz”, disse o inventor.

O carro popular usado pelo pedreiro vale aproximadamente R$ 10 mil. Já a Lamborghini aventador projetada por ele, modelo 2013, está avaliada em R$ 2,7 milhões.

A convite dos empresários Tairone Conde, Alessandro Magno e Vinicius Trapani – que também são apaixonados por carros de luxo –, Edmar trouxe o LamborgUno em um caminhão plataforma para Cuiabá e, nessa quarta-feira (08), colocou sua criação ao lado da inspiração. O LIVRE acompanhou esse momento.

O encontro de Edmar com o carro dos sonhos foi marcado pela emoção. Ele admirava, dava voltas e mais voltas ao redor da “máquina”, passava a mão com cuidado, estudava as medidas com os dedos e parecia não acreditar no que via.

“É impressionante ver que mesmo usando materiais tão simples como isopor e massa corrida, ele tenha se aproximado tanto do carro original. Uma façanha!”, avaliou Alessandro Magno ao ver criador e criatura lado a lado.

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre) Edimar emocionado ao lado de sua criação e o carro inspirador

No local, o pedreiro atento a cada detalhe, tratou de fazer alguns reparos em sua obra. Tratou de pegar o balde de argamassa que leva para todos os lados e deu alguns retoques no possante ali mesmo, em meio aos carros de luxo espalhados pelo salão da loja Classe A.

Quando os carros foram posicionados lado a lado, o próprio rapaz se surpreendeu ao ver quão próximo seu carro ficou do original de fabricação italiana. Questionado sobre a nota que daria para seu carro ele disse: “eu daria uma nota 6 ou 7. Me falta verba para concluir e finalizar alguns acabamentos no carro. E agora vejo que faltam detalhes”.

Mas a falta de orçamento não desanimou o jovem sonhador  que revelou ao LIVRE seu próximo projeto: criar uma réplica de fibra. Mais resistente e mais leve, já que a réplica atual pesa meia tonelada.

Convidado a dar um passeio na Lamborghini, Edimar dispara: “Não acredito que vou realizar meu sonho”. E lá se foi com um sorriso estampado no rosto.

Além do passeio, os empresários se propuseram a custear os estudos de Edimar, que ainda não completou o Ensino Médio, e também a levá-lo para conhecer as fábricas da Lamborghini e da Ferrari na Itália. “Eu jamais imaginei uma coisa dessas”, disse o rapaz.

Infelizmente, durante o passeio na avenida Fernando Correa da Costa o “LamborgUno” teve sua estrutura danificada, mas nada que tirasse a alegria de um dia inesquecível na vida do jovem rondonopolitano.

“Já estamos resolvendo o pequeno problema que aconteceu no para-choque. O carro do Edmar vai voltar inteiro para casa,” garantiu Trapani.